Acampamento Lula Livre adota cachorrinha que vagava pelas barracas

Boletim 26 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 16/04/2018 – 9h30

1. O acampamento da vigília Lula livre segue firme na resistência democrática e popular em Curitiba. Aqui, o que se vê é a solidariedade do povo curitibano que acredita na Democracia e todos os dias comparece ao acampamento para pedir Lula Livre e democracia. As generosas contribuições dos curitibanos para manter o acampamento não param de chegar, e a tenda destinada a recebê-las mal está dando conta de guardar tantas doações de alimentos, roupas, produtos de higiene e outros produtos.

2. A senadora Gleisi Hoffmann reforçou na noite de ontem que todas as medidas jurídicas e negociações estão caminhando para garantir o direito à manifestação e à mobilização. Segundo ela, não há ação de despejo, mas, sim, interdito proibitório de manter uma distância pré-definida do prédio onde Lula é mantido como preso político e que está sendo respeitado pelo acampamento.

3. “Vamos seguir de cabeça erguida. Lula sairá mais forte para lutar pelo povo brasileiro!”, disse a presidenta nacional do PT em entrevista à rádio Metrópole, de Salvador, na manhã desta segunda-feira. “Lula está em instalações dignas, boas, um quarto com banheiro, tudo limpo e sem regalias ou benefícios que não estão previstos em lei. As instalações são dignas, mas ele está sem acesso às pessoas, só estão autorizados os advogados nos dias de semana e os familiares uma vez por semana. A legislação permite a visita, então isso é ilegal. A Lei de Execução Penal diz claramente que os presos podem receber visitas de advogados, familiares, amigos e conhecidos, que devem fazer petição ao juiz e o preso ser consultado. Já fizemos várias petições, eu mesmo entrei com uma na semana passada e não tenho posição da juíza sobre isso.”

4. Programação do Acampamento Lula livre em Curitiba:

MANHÃ

Relacionadas

09h30 – Bom dia Presidente Lula, com Lindbergh Farias – senador/RJ e deputado federal Paulo Pimenta (líder da bancada do PT)

10h – Recepção ao deputado federal Assis Carvalho/PI

TARDE:

14h30 – Olho no corpo – Oficina de dança, com Pedro Almeida

15h30 – Gerson Bientinez – voz, violão e percussão

18h – Sorteio do mosaico de Javier Guerrero, com imagem de Lula.
5. Um ônibus do Vale do Jequitinhonha (MG), uma das paradas da caravana Lula pelo Brasil no norte de Minas Gerais, chegou nesta madrugada ao acampamento. Também há ônibus de Florianópolis (SC) e do extremo oeste.
6. Quem quiser e puder ajudar o acampamento Lula livre em Curitiba, os movimentos pedem doações de agasalhos, cobertores, pratos descartáveis e garfos. Também é possível participar da campanha financeira organizada pelo PT, as frentes e movimentos sociais em https://vigilialulalivre.pt.org.br
7. Lindbergh Farias participou na manhã desta segunda-feira do ato que dá bom dia ao presidente Lula. Mantido como preso político no prédio da Polícia Federal em Curitiba, o presidente já disse a familiares e ao advogado de defesa que consegue escutar as manifestações que vêm da esquina Olga Benário. O senador continuará conosco até terça-feira à tarde.
8. Duas cachorrinhas que vagavam pelas ruas do entorno do prédio da Polícia Federal foram acolhidas pelo acampamento Lula Livre. Uma, adotada pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, ganhou o nome de Resistência. A outra, Luiza, está com a caravana de Londrina e ganhou até ração doada por um morador da região. As duas estão sendo muito bem cuidadas por todos e já têm casa para morar quando Lula for solto.
9. Em Fortaleza, o deputado Guimarães e o senador Pimentel reforçaram a candidatura de Lula pelo PT e elogiaram a mobilização popular. “Os acampamentos estão sendo vistos como uma importante e revolucionária resistência contra a prisão política de Lula. Isso mostra que não vamos recuar. Só vamos deixar essa resistência nacional quando Lula for solto lá em Curitiba”, afirmou o deputado.
10. Em Brasília, o acampamento começou o domingo com Assembleia de Mulheres, que debateram sobre como o golpe as atinge com mais força e sobre como pode lutar em defesa da Democracia e contra o patriarcado. Além disso, fizeram um balanço da Jornada de Luta das Mulheres da Via Campesina e discutiram a realização da Marcha das Margaridas.
11. No sábado (21), acontece o primeiro bazar “Lula Livre” em São Paulo. Toda a verba arrecadada será usada na manutenção do acampamento democrático. Separe roupas, sapatos e acessórios e participe do bazar! Alameda Eduardo Prado, 499, São Paulo (SP)

Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
#Boletim 26 – 16/04/2018 – 9h30

você pode gostar também Mais do autor