Aliado de Temer, PP recebia propina pesada da Petrobrás, diz delator

2

O ex-assessor parlamentar João Claudio Genu, que é réu da Lava Jato, afirmou em depoimento que entregou propina ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa, primeiro delator da grande operação anticorrupção. O dinheiro partiu de entregadores do doleiro Alberto Youssef.

As informações foram reveladas por Genu, que foi assessor parlamentar do ex-deputado José Janene (ex-PP, morto em 2010), ao Juiz Federal Sérgio Moro na última quinta-feira (23) ao ser interrogado em ação penal que responde por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro envolvendo valores desviados do esquema de corrupção na Petrobrás.

De acordo com o Estadão, a força-tarefa aponta que o ex-assessor parlamentar teria recebido R$ 6 milhões do esquema, mesmo enquanto era julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no Mensalão. Ao ser questionado se tinha o conhecimento so esquema, ele confirmou e também afirmou que ,”Janene dava dinheiro para bancada toda”.

Por meio de nota, o Partido Progressista reiterou que não compactua com atos ilícitos e acredita no trabalho da Justiça para esclarecer os fatos.

você pode gostar também Mais do autor

2 Comentários

  1. Learn More Diz

    I simply want to tell you that I am just newbie to weblog and seriously loved you’re blog site. Almost certainly I’m want to bookmark your blog . You surely have great writings. Thank you for sharing your website page.

  2. Marluce Maciel Diz

    Estou com você Chico Buarque, o Prefeito de São Paulo tem que ser Fernando Haddad.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.