BOMBA: Jornalista garante que Temer vai par a cadeia em 2019; CONFIRA!

1

Segundo o Globo Investment Overseas BV, na investigação contra o senador Humberto Costa (PT-PE), delatores da Odebrecht relatam “possível participação” do MT ​da lista de alcunhas da Odebrecht num esquema de roubalheira na Petrobras (que, como se sabe, começou nos bons tempos do FHC Brasif, finalmente entubado na lista do Ministro Fachin).

O Globo Overseas conta que o Treme esteve numa reunião com o Eduardo Cunha (herói da casa Grande, enquanto teve serventia), e Henrique Eduardo Alves para discutir grana em troca de favorecimentos.

Sem falar naquele encontro na varanda do Palácio Jaburu, com o Primo e o Marcelo Odebrecht, que desviou R$ 10 milhoes para dar ao Skaf da FIE P (o Primo mandou uma parte em dinheiro para o mula do Yunes.).

Todas essas edificantes atividades não levam o MT para a cadeia AGORA.

Nem aquilo a que aquela mocinha foi submetida, na Companhia Docas de Santos, coitadinha …

Segundo a lei, Presidente ladrão não pode ir em cana por crime cometido antes de ser Presidente (sic) de uma República Federativa da Cloaca.

Mas, a “imunidade” é “provisória”.

Assim que for enxotado do Governo (sic), MT vai em cana.

Porque, com certeza, não será eleito para nada.

Nem para a Academia Brasileira das Letras, onde imaginava ser recebido pela Comissão de Frente do Golpe: Ataulpho Merval, FHC Brasif e, agora, o Edmar Bracher…

Em tempo: o novo historialista Ataulpho Merval inventou agora que o verdadeiro criador do Bolsa Família foi um ignoto economista do tal neolibelismo. O dos múltiplos chapéus vai tomar satisfações: ele tem o privilégio de reconstruir a História do Brasil para o PiG!

PHA

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Joaquim Inácio Vasconcellos Diz

    É uma pena que esses sites que encaram verdades e comentam hipocrisias não tenham o alcance da mídia impressa e falada. Esta última tem o apoio e patrocínio financeiro das grandes empresas elitistas que só se interessam por bons lucros e manutenção do “status quo”!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.