CAMPEÃO DA CORRUPÇÃO: Temer e PMDB receberam R$ 159,2 milhões em propinas de Belo Monte

0

A Polícia Federal aponta indícios de que o PMDB e quatro senadores do partido receberam propina das empresas que construíram a usina de Belo Monte, no Pará, por meio de doações legais. A investigação faz parte do segundo relatório que integra inquérito que corre no Supremo Tribunal Federal.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o PMDB é acusado de ter recebido propina em Belo Monte porque o partido indicou o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e controlava as empresas da área. O PMDB recebeu das empresas que integram o consórcio que construiu a hidrelétrica R$ 159,2 milhões nas eleições de 2010, 2012 e 2014.

O montante é a soma de doações oficiais de nove empresas que integram o consórcio para o diretório nacional, diretórios estaduais e comitês financeiros do partido. o valor é mais do que o dobro dos R$ 65 milhões que as principais empresas investigadas na Lava Jato (Odebrecht, OAS, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Engevix, Queiroz Galvão e Galvão Engenharia) doaram, de forma legal, para a campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2014.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.