Advogado afirma que doações à Dilma foram dentro da lei

0

O advogado da campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2014, Flávio Caetano, afirmou em nota que todas as doações feitas para a petista pela empreiteira Andrade Gutierrez foram legais, o que foi reconhecido por Andrade Gutierrez em depoimento prestado na segunda-feira 19.

Segundo disse o ex-presidente da companhia ao ministro Herman Benjamim, do Tribunal Superior Eleitoral, as “doações feitas pela Andrade Gutierrez à campanha de Dilma-Temer tiveram origem legal e provieram do mesmo caixa financeiro das doações feitas à campanha de Aécio Neves”, do PSDB, lembra a defesa de Dilma.

A nota diz ainda que todas as doações foram feitas de forma espontânea e voluntária e assegura ser mentirosa e inverídica qualquer “ilação em contrário” envolvendo os coordenadores de campanha Edinho Silva e Giles Azevedo. A Andrade Gutierrez doou R$ 20 milhões para a chapa Dilma-Temer em 2014.

Azevedo também disse que parte da doação eleitoral feito pela companhia – ao menos R$ 1,5 milhão – para a chapa encabeçada pelo PT foi propina repassada ao partido pela obra da usina de Belo Monte, segundo nota publicada pela jornalista Cristiana Lôbo, em sua coluna no portal G1.

Doações da Andrade Gutierrez foram legais

A defesa de Dilma Rousseff, no âmbito das ações eleitorais perante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirma que, em depoimento prestado ontem, o sr. Otávio Azevedo reconheceu que as doações feitas pela Andrade Gutierrez à campanha de Dilma/ Temer tiveram origem legal e provieram do mesmo caixa financeiro das doações feitas à campanha de Aécio Neves, do PSDB.

A defesa de Dilma afirma também que todas as doações foram feitas de forma espontânea e voluntária, sendo mentirosa e inverídica qualquer ilação em contrário envolvendo a conduta dos coordenadores da campanha de 2014, Edinho Silva e Giles Azevedo.

FLÁVIO CAETANO
ADVOGADO DE DILMA ROUSSEFF

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.