Deputado “berra’ e ganha cargo no grito com Temer; CONFIRA!

0

O apetite por cargos no governo Michel Temer tem feito que deputados consigam nomear aliados e apadrinhados até na base do grito. Nesta quarta-feira (11), o deputado Francisco Floriano (DEM-RJ), viajou a Brasília em pleno recesso parlamentar, para exigir, aos berros, que um aliado fosse nomeado para o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into). Aos gritos de que “não era moleque” e sob a ameaça de que “se a Secretaria não resolve, então a Casa Civil vai ter que resolver. Se eu não for recebido ainda hoje, vou chutar a porta dos gabinetes”. Depois do quiprocó, Floriano deixou o Planalto com a garantia de que o aliado será nomeado em breve.

O parlamentar vem tentado nomear um aliado para o Into há mais de dois meses. As negociações porém emperraram após Geddel Vieira Lima deixar a Casa Civil sob denúncias de irregularidades em novembro do ano passado.

Após receber a garantia de que o aliado será nomeado, Floriano minimizou o episódio. “O pessoal da Secretaria de Governo está sobrecarregado sem o ministro, mas está tudo bem, tudo andando. Não pode é ficar um petista num cargo importante, isso não é certo”, destacou. Ao deixar o Palácio do Planalto, o parlamentar distribuiu bençãos.

Floriano é aliado do atual presidente da Câmara e candidato à reeleição, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e integra a bancada evangélica da Casa, estando ligado ao pastor Waldemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, que foi agredido recentemente com diversas facadas em um templo.

Click Politica com Brasil 247

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.