Deputado da ‘mala’ de Temer é ‘homem do Dória’; CONFIRA!

O deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) não é um dos nomes mais conhecidos no cenário político nacional. Suplente de Osmar Serraglio, que assumiu o Ministério da Justiça em março deste ano, o parlementar era, até então, um nome quase desconhecido para o grande público.

No entanto, após as denúncias desta quarta-feira (17), Loures teve seu nome envolvido em um enorme escândalo. Ele teria sido o escolhido pelo presidente Michel Temer para “resolver” um problema para a J&F, holding que controla a empresa frigorífica JBS.

Segundo o presidente da empresa, Joesley Batista, em denúncia publicada pelo jornal O Globo, Temer indicou Loures para interceder a favor da JBS. O deputado teria sido filmado recebendo uma mala de dinheiro. Enquanto Temer e sua base aliada correm para minimizar os efeitos da denúncia, Loures está bem longe: mais precisamente, em Nova Iorque, acompanhando o prefeito de São Paulo, João Doria.

O tucano está nos Estados Unidos, onde recebeu um prêmio, se reuniu com o ex-prefeito nova-iorquino Michael Bloomberg e também com investidores americanos que procuram oportunidades de negócio no Brasil.

Loures, que é Membro Titular, Conselho da Micro, Pequena e Média Indústria da FIEP (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), viaja junto do prefeito paulistano.

Essa não foi a primeira interação entre os dois políticos: em abril deste ano, Loures e Doria participaram do 16º. Forum Empresarial, em Foz do Iguaçu, promovido pela empresa LIDE, da qual Doria é dono.

Em uma postagem do Facebook, Loures posa para foto abraçado com Doria. “Estamos reunidos aqui no Paraná no evento promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, fundado pelo meu amigo e Prefeito de São Paulo, João Doria”, escreveu o deputado, demonstrando intimidade com o tucano.

Homem de confiança de Temer, Loures foi conselheiro especial da presidência logo após o impeachment de Dilma Rousseff.

No PMDB desde 2005, ele foi deputado federal pelo Paraná de 2007 até 2011. Nas últimas eleições, acabou não sendo eleito, mas assumiu como suplente de Osmar Serraglio.

Ferrenho defensor das reformas e das empresas Rodrigo Rocha Loures é filho de Rodrigo Costa da Rocha Loures, vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e integrante do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) e do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT).

PS do Viomundo: Segundo o blog do Esmael, especialista nos assuntos do Paraná, Rocha Loures foi um dos participantes mais entusiasmados da reunião em que o PMDB decidiu entregar os cargos no governo Dilma, mas não se demitiu imediatamente do cargo que ocupava, de assessor da vice-presidência. Segundo o Lupa, eis as datas de nomeação dele: “No dia 23 de janeiro de 2015, Rodrigo Rocha Loures foi nomeado chefe da Assessoria Parlamentar da Vice-Presidência da República, então ocupada por Michel Temer. Três meses mais tarde, em 29 de abril de 2015, passou à chefia de gabinete da Secretaria de Relações Institucionais. Em setembro do ano passado, Rocha Loures voltou a trabalhar diretamente com Temer, ao ser nomeado Assessor Especial do Gabinete Pessoal da Presidência”.

Conversa Afiada

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA