DESMANTELO: Com a farra do golpe a dívida interna brasileira poderá chegar a 85% do PIB em 2018; CONFIRA!

O impeachment da presidente Dilma Rousseff pode quebrar a economia brasileira. Depois de um ano e meio de sabotagem no Congresso, liderada por Eduardo Cunha e pelas forças interessadas na deposição da presidente eleita, o Brasil agora arca com o custo das medidas do interino Michel Temer, que, para se manter no poder, abriu as torneiras dos cofres públicos.

De acordo com reportagem do Valor Econômico, no ritmo atual, a dívida interna brasileira chegará a 85% do PIB em 2018. “Boa parte do mercado ainda demonstra imensa boa vontade com a política fiscal do governo Temer, mas alguns analistas mostram desconforto com o tamanho dos déficits primários, além de manifestar dúvidas quanto a viabilidade da proposta que limita o crescimento dos gastos públicos. Para um respeitado economista do mercado, o problema fiscal do país é grave e ainda não está claro no horizonte se será equacionado”, diz o texto.

“Ele diz que o déficit primário do ano que vem pode ficar em R$ 190 bilhões, o que superaria os R$ 170 bilhões estimados para este ano. Nas suas contas, o número não será inferior a R$ 110 bilhões, e um número mais realista é algo próximo de R$ 150 bilhões, considerando que o governo consegue receitas adicionais. Com números dessa magnitude, a dívida bruta continuará a crescer de modo acelerado, chegando na casa de 85% do PIB em 2018. Em maio, ficou em 68,6% do PIB. No fim de 2013, o endividamento bruto equivalia a 51,7% do PIB”, aponta.

“Se o governo Dilma aprovasse um déficit de R$ 170 bilhões, um pacote de alívio de R$ 50 bilhões para os Estados, reajuste para os servidores e não fizesse nenhuma medida de corte de curto prazo, o que estaria acontecendo no mercado neste momento? É simples: uma hecatombe”, observa ainda o economista.

Nas próximas horas, a equipe do ministro Henrique Meirelles deve anunciar o rombo de 2017. Para a colunista Tereza Cruvinel há uma evidente contradição entre o discurso de austeridade e a prática fisiológica que tem marcado o governo interino.

7 Comentários

  1. Essa conspiração (mídia, Câmara, Congresso, TCU, MP, e STJ, começou desde 2014, quando Dilma ficou impedida de governar e o alvo era desmantelar o Brasil, para quebrar o PT. INCONSEQUENTES, quebraram o país. Estão felizes, coxinhas?

  2. Boa parte desta crise foi aumentada para dar força ao golpe! Deputados liderados por Eduardo Cunha, remaram contra não só ao governo, mas também contra ao Brasil.
    Governo golpista = Sabotadores do País!

  3. I simply want to say I am beginner to blogging and site-building and honestly enjoyed this blog. More than likely I’m want to bookmark your blog post . You surely have impressive stories. Thanks a lot for sharing with us your web page.

  4. Que absurdo de reportagens! Só notícias atacando “O Golpe”!
    Foram 13 anos desse lulopetismo que destruiu muito mais do q a Petrobrás! O Brasil está arruinado por mais longos 3 a 10 anos.
    O estrago não se compara a nada, no mundo.
    Ao mesmo tempo, lula, collor, sarney, familiares deles, todos rapidamente ricos, zé dirceu, lulinha de avião caríssimo, milhões na conta de uma quadrilha: lula, palocci, erenice (dança do mensalão) e pimentel na Suíça, detectados pelo MIN DA FAZENDA, COAF.
    Treze milhões de desempregados.
    Vamos fortalecer a Operação Lava Jato, aprovar a Regulamentação rápida das 10 Medidas contra a Corrupção e arquivamento sumário e imediato da Lei dos corruptos Renan e Jucá protegendo a corrupção com o PLS da LEI DO ABUSO DE AUTORIDADE, uma última cartada tentando salvar a eles próprios sob pesada investigação.
    Redes e Ruas atentas!
    E q se cale essa tentativa de tentar salvar corruptos, com matérias tão pífias.

  5. E agora apoiadores de golpistas conseguem explicar por que TEMER está quebrando o Brasil e não Dilma conforme vocês alardearam por ai?

DEIXE UMA RESPOSTA