DOMINGO ESPETACULAR ABRE O JOGO: Corrupção da Globo teria levado mais de um bilhão dos cofres públicos e Lava Jato ‘trava’ delação de Palloci

1

A Rede Globo de Televisão começa a ser conhecida de fato e de direito pelo o povo brasileiro.

O império de comunicação comandado pela a ‘família Marinho’, está prestes a cair numa das maiores delações da Operação da Lava Jato, segundo reportagem do Domingo Espetacular da Rede Record de Televisão.

A delação de Antônio Palloci, ex-ministro da Fazenda no governo Lula, deve mostrar a ‘podridão’ da emissora carioca que quase quebrou no início dos anos 2000.

Na reportagem que foi exibida neste domingo (16), a Rede Globo teria sonegado impostos e até participado do sumiço de um processo na Receita Federal de crimes contra a União, que contou com a participação de uma ex-funcionária do governo federal.

A emissora ‘dos Marinho’ ainda teria deixado de pagar cerca de 1 bilhão de reais aos cofres públicos, configurando um dos maiores crimes de corrupção já vistos no país, em caso de veracidade das informações divulgadas.

O que chama a atenção é que a Força-Tarefa da Lava Jato estaria tentando ‘segurar’ a delação de Antônio Palloci, justamente por conta da gravidade das denúncias contra a empresa mais poderosa do Brasil.

Os desvios envolvendo a TV Globo, segundo o Domingo Espetacular, dariam para construir mais de duzentas escolas e resolver o problema dos hospitais em todo o estado do Rio de Janeiro.

Daqui a pouco mais informações!

CLICK POLÍTICA

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. jonas vaquer Diz

    O QUE OS TUCANOS QUEREM, TODOS QUEREM…
    … E O QUE TODOS QUEREM, OS TUCANOS NÃO QUEREM.

    O QUE OS TUCANOS QUEREM, TODOS QUEREM: O PODER.
    Quando da crise de Fernando Collor, existia Mario Covas. Depois do encontro que os quatro grande do partido tiveram com Collor, Covas jogou areia no desejo deles.
    Queriam o poder, como o PFL quis e imediatamente aderiu. Quando Collor caiu, sobrava ao PFL mudar de nome. Como se fosse possível, com a mudança de partido, o povo esquecer quem eram eles.
    Os que entraram, nunca mais voltaram. Mudaram de nome, ganharam os adesistas de outros partidos, e hoje são a terceira força a também aderir. Jamais ganharão do povo o direito de serem mandatários. Serão sempre acessórios. O que também está acontecendo já com os tucanos, que jamais serão mandatários. Serão sempre acessórios. O que todos querem, porque não se comprometem e imaginam que não são identificados.
    O que eles querem, o povo não quer: eles no poder. Eles sempre querem a “Lei do Gerson”: conseguir sem esforço. No caso deles, conseguir sem o voto. Agora, torcem para o partido do Judiciário, para ver se conseguem ganhar no tapetão. A lei do Judiciário pode excluir nomes, mas não pode impedir a vontade do povo.
    Se hoje existe a preferência por um nome, é porque esse nome fala a língua que o povo entende. Bolsa, para o povo, é um acessório de mulher. Mercado é feira. E o povo só consegue fazer feira na hora da xepa, que é o fim da feira.
    Ainda há aqueles que acreditam que o povo fala a língua ou entende a língua dos que não querem o povo no poder. As instituições são fortes demais, e quem vai fazer o poder é o povo, pelo livre direito do voto democrático. É a única arma que o povo tem. As instituições, por estarem fortes, não permitirão nenhum tipo de golpe. E aí vamos ver o resultado.
    Será o do povo, ou daqueles que preferem a boquinha?
    http://www.jb.com.br/media/fotos/2017/07/16/300w/o-que-os-tucanos-querem-todos-querem-o-poder.jpg
    O que os tucanos querem, todos querem: o poder
    JORNAL DO BRASIL/JB

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.