Dória mostra ‘face’ e demite servidora que o criticou em SP; CONFIRA!

19

Nesta terça-feira (10), a Prefeitura de São Paulo pediu o desligamento da produtora cultural Ana Paula Galvão, recém-nomeada coordenadora do Teatro Paulo Eiró, em Santo Amaro (zona sul).

Logo após a eleição do tucano, a coordenadora fez críticas ao prefeito João Doria (PSDB), chamando-o de ‘Jony Dólar’. Galvão também teria acusado o governador Geraldo Alckmin (PSDB), padrinho político de Doria, de “mafioso”.




“Amanhã no primeiro horário tem que ter um pedido de impugnação desta eleição. […] Ao menos para registrar mais este crime do mafioso Geraldo Alckmin contra cidadãos”, escreveu em seu perfil no Facebook em 2 de outubro.

Segundo informações de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o secretário municipal de Cultura, André Sturm, confirmou o desligamento da coordenadora.

“A nossa gestão não tem exigências partidárias, procuramos as pessoas com melhores qualificações. Mas ela fez acusações de muita gravidade, que inviabilizaram sua permanência”, afirmou.




Veja a nota da prefeitura:

“Ana Paula Galvão foi exonerada porque seu comportamento nas redes sociais se mostrou inadequado para um funcionário público em cargo de confiança. Dentre os posts ofensivos a autoridades públicas, havia um que se referia ao governador do Estado de São Paulo como ‘chefe de uma máfia'”.

você pode gostar também Mais do autor

19 Comentários

  1. Ricardo Diz

    Evidente fez o correto, funcionário publico ou privado tem que ter respeito por seus superiores,existe uma hierarquia e educação… as pessoas pensam que democracia é ser mal educado e a ignorante caiu na esparrela e agora está no desemprego…alem de burra é estupida…benza a Deus ignorante.

    1. Tereza Diz

      Numa democracia a gente sempre pode ter lado. A gente sempre pode falar. MAS como acabaram com a democracia no Brasil falar pode ser perigoso e o pIor existem retardados que apoiam. O que falavam da presidenta Dilma? Heimmmm? Claro, mas facistas podem tudo, né?

  2. gesse Diz

    kkk certíssimo um petista a menos , ocupando cargo publico

  3. vitor rezende de carvalho Diz

    Os dois estao certos. Ela pq só disse a verdade, e um homem e mulher deve sempre dizer a verdade. alckmin é mafioso. E Doria esta certo pq é cargo político de confianca e ela não é do mesmo expectro politico, nada mais natural tirá-la. Eu em seu lugar não teria ficado, teria me exonerado assim que doria ganhasse a eleição.

  4. Mauro de Paula Vela Diz

    não entendi o espanto de algumas pessoas… Se um funcionário da empresa privada faz criticas contra seus superiores, vai pra rua, sem choro e sem velas…porque, nos serviços públicos tem que ser diferente….pisou na bola…faltou ética, se acham os donos do mundo…..não tem o que fazer. Doria, vc está certo, bota esse povinho pra trabalhar…caso contrario, mostre o caminho da rua pra eles…nosso dinheiro não é capim…..

  5. Geraldo Magela Diz

    Funcionária de confiança não é concursada, né? A lógica é que se confie naquela pessoa à ponto de colocar em um cargo específico – e pelo jeito nesse caso, se havia a confiança a mesma foi quebrada e seria meio óbvio essa demissão. Não entendi o motivo da chamada como se o Dória tivesse feito algo muito errado enquanto na verdade tomou a decisão esperada na situação.

  6. Lucia Bauer Diz

    Quem está no comando tem que ser respeitado ..João Dória meu candidato .. prefeito da cidade onde habito Parabéns por tal atitude .. Aguardamos que em sua gestão haja mudança de mentalidade e atitudes .. nossa cidade foi devastada os mananciais invadidos os nossos rios .. Há os nossos rios não ouve promessas sobre os rios em sua campanha mas não se esqueça deles

  7. Diego Diz

    Na verdade quem mostrou no “Face” foi ela. Se mostrou sem compostura e lacaia do Maldad.

  8. Marcia Marques Diz

    Cada vez estou mais confiante no nosso prefeito!!! Homem de ação!!!

  9. Olegário Diz

    Todo canalha age dessa forma. Mostrou que a empregada pública estava corretíssima.

  10. reginaldo Diz

    Muito bom ele está certíssimo!!! O que eu não entendi é porque isso é notícia!
    Qual é a do jornal?

  11. Carlos Adonias Diz

    Em vez de contestar a funcionária e provar que não é mafioso ele a demite. Assim fica provado tudo o que ela escreveu. Johnny Dolar e Geraldo Mafioso, tá valendo, viu?

    1. ROGERIO PAZINATO Diz

      Kkkk, os PeTralhas não se conformam com a firmeza de João Doria! Queria que mantivesse um traidor como funcionário só para mostrar o que? Pelo contrário, demite com justa causa!

  12. Geraldo Euclides Diz

    Certíssimo, fez muito bem, a funcionária mesmo não gostando do seu superior não tinha o direito de criticá-lo, principalmente na internet, agora vai queixar-se com os PTralhas ou quem achar que ela tem razão!

    1. Carlos Corio Diz

      Falta de dignidade, espírito de subserviência, perfil clássico do puxa-saco. Imagino o que um verme como você não faz para “aparecer” no trabalho. Lambe-botas sem vergonha! E isso serve pra essa cambada que aqui posta que perderam a dignidade em algum momento de suas vidas. (se é que nasceram com isso)

      1. Mauricio Diz

        Deve ser mais um que perdeu o “carguin”. Dória, aproveita o embalo e exonera toda a “cambada” Petralhista do “pudê”

  13. Edilson Diz

    Parabéns Dória!

  14. luiza Cruz Diz

    Se é pra ser de confiança não tem de criticar e atacar em público… quem quer o seu bem te critica no particular mas te defende em público…

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.