ENTREVISTA: Professoras de Direito denunciam no El Pais, acusações levianas contra Lula; CONFIRA!

0

Especialistas em Direito entrevistados pelo jornal espanhol El Pais, criticaram duramente a peça de acusação apresentada contra o ex-presidente Lula.

Foi o caso da professora do curso de direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Eloísa Machado. Para ela, a força-tarefa simplesmente tentou criminalizar o mandato de Lula.

“A narrativa parece a de que ele só foi presidente para ocultar um mega esquema criminoso e não acho que isso é o tipo de coisa que se pode provar numa ação. A denúncia gasta mais de uma dezena de páginas para dizer que ele foi o grande comandante do Mensalão, da Lava Jato… São acusações levianas porque não há provas e porque sequer fazem parte da denúncia. Tecnicamente, é evidente que isso enfraquece uma denúncia. O mundo do direito é técnico”, diz ela. “Se fala: ele era o chefão de tudo, mas só quero que ele responda pelo tríplex do Guarujá. Se ele é mandante, por que não responde por tudo?”, ressalta.

Maíra Zapater, pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre o Crime e a Pena, também da FGV Direito, critica a forma de divulgação da denúncia. “A denúncia é feita com indícios de autoria e materialidade. Ou seja, pistas fortes de que houve crime e de que o denunciado foi o autor”, explica ela. “Será que algo que é simplesmente uma denúncia é merecedor de tamanha atenção e divulgação?”, questiona.

Eloísa Machado concorda sobre o mesmo ponto. “É uma busca de fragilizar a figura política. A instituição precisa ter imparcialidade. Não pode perseguir quem ela não gosta. Tem que ter, enquanto uma instituição republicana, seriedade.”

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.