Estadão diz que Ministro da Justiça é amigo pessoal do mineirinho

A indicação de Carlos Velloso para o ministério da Justiça, onde ocupará o espaço deixado por Alexandre de Moraes, que deve ir para o Supremo Tribunal Federal causou espanto até mesmo no Estado de S.Paulo, jornal da família Mesquita.

“Cotado para ministro da Justiça, Velloso é amigo e advogado de Aécio no STF”, diz o título da reportagem na home do site do jornal. O texto destaca que Velloso, ex-ministro do STF, “representa o tucano, de quem não ganha honorários, em dois inquéritos na Corte”.

Os dois inquéritos aos quais responde o presidente do PSDB foram abertos no âmbito de investigações desdobramento da Operação Lava Jato. Velloso afirma que os casos não têm relação com a Lava Jato.

“Fui amigo de Tancredo Neves, avô de Aécio, e de Aécio Cunha, pai de Aécio. E sou amigo de Aécio desde os seus 22 anos, quando o conheci, em Belo Horizonte. Sou seu advogado nesses dois casos, em razão dessa amizade. Mais até como conselheiro”, afirmou Velloso, por email, à reportagem do Estadão, admitindo ainda atuar para o tucano sem cobrar nada.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA