Ex-presidente do STF revela ‘perigo’ ao tentar barrar Lula em 2018

10

Ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, o jurista Nelson Jobim, que foi ministro de Estado em governos do PT e PSDB, criticou na última terça-feira, 21, a caçada judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com o objetivo de torná-lo inelegível para as eleições de 2018.




“Qualquer tipo de linha de proibição [contra a candidatura de Lula], nós aguçamos a radicalização. Nós podemos impedir, agora, que ele seja candidato? Por quê? Porque temos medo de que seja eleito?”, questionou Jobim, durante palestra em homenagem ao economista boliviano Enrique García Rodríguez, que depois de 25 anos está deixando a presidência do Banco de desenvolvimento da América Latina (CAF), na Fundação Getulio Vargas, em São Paulo.

“Se nós o proibirmos de ser candidato, estamos fazendo a mesma coisa que fizeram os militares. Contra nós! Nós não gostamos, naquela época”, acrescentou Jobim.

Nelson Jobim defendeu que houvesse esforços para a paz entre Lula e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, para evitar um “Trump tropical”.




“Os personagens de oposição e os da situação precisam ter pelo menos um mínimo de entendimento, sem renunciar a suas disputas eleitorais, evidentemente, para assegurar uma eleição em 2018 minimamente razoável. Senão, vamos ter um Trump caboclo. Um Trump caboclo que pode ser tanto da direita como da esquerda. O grande problema que se enfrenta é que se introduziu dentro do processo político brasileiro algo completamente inusitado ou desconhecido. A intolerância e o ódio, que inviabilizam o diálogo. Em política, não se escolhe o interlocutor. Não se faz política sem considerar o entorno. O entorno é o que está aí, e não aquilo que desejaríamos que fosse. Quer queira, quer não, para construir a tal pinguela, a tal ponte, o diálogo tem de botar na mesa tanto Fernando Henrique como Lula. Se de um lado FHC tem densidade moral, Lula tem densidade eleitoral”, afirmou.

O ex-ministro do STF criticou membros da Suprema Corte, que, segundo ele, estão preocupados com a própria biografia do que com o futuro do País. “Todos que foram indicados a membros do [Supremo] Tribunal [Federal] tinham uma relação direta ou indireta com o presidente que os indicou. A diferença não está na origem da indicação, está na origem da relação. Uns tinham sua relação a partir de sua biografia. Outros só tinham relações. Aqueles que só tinham relações passaram a necessitar do Tribunal par fazer a sua biografia. Ponto. Aí você identifica, digamos, os problemas.”, afirmou.

você pode gostar também Mais do autor

10 Comentários

  1. Tadeu Avelino Diz

    O STF é CAFÉ COM LEITE, ou seja não serve para nada, é um tribunal de enfeites, porque não condena e espera o processo expirar. Amigos vamos fazer uma campanha para FORA STF. Os ministros de toga ganham dinheiro para nada resolver.

  2. Marcio Diz

    Todo esse lixo que querem colocar na conta de lula e dilma é de inteira e tital responsabilidade do tal PMDB e tambem do PSDB. E seus lideres que se juntaram durante as eleições de 14 para armar esse golpe fajuto , porem a PF tem feito seu trabalho apesar de certas manobras para tirar os responsaveis(Aecio Neves, Michel Temer e FHC) por toda essa lixeira do foco , e a midia(Rede globo) vem abafando o caso sempre que aparece algo sobre algum deles relacionado à lava-jato

  3. Celio Antonio Diz

    QUERO FALAR PARA ESTE TAL NELSON JOBIM NÃO SE INTROMETER EM POLITICA ALHEIA , POIS O BODE ROUCO VAI PRESO E JUNTO COM ELE OS IDIOTAS QUE O DEFENDEM !

  4. José Ruiz Diz

    kkk.. querem que o Lula jogue a boia salva-vidas para o FHC..

  5. Marcos Fonseca Diz

    FHC com densidade mora??? Lula detém a densidade moral e a eleitoral, e é por isso que querem inviabiliza-lo. O processo de reconciliação passa pelo trabalho de mídia, a mesma mídia que foi responsável pela disseminação do caos da intolerância, da violência e da instabilidade social. Estava no script o papel da mídia, assim como o do congresso e do judiciário. Agora, dizer que o FHC tem densidade moral e dizer que o Lula tem densidade eleitoral, é querer colar a pecha de que Lula não tenha densidade moral, que é que a mentira mídia vem divulgando aos quatro ventos como se fosse uma verdade e tentar querer fazer uma ponte sem admitir a verdade sobre lisura moral do Lula é impossível. Primeiro, a verdade, depois a ponte pois sem esse pilar a ponte ou pinguela não se sustenta. Só falta fabricar algo para incriminar o Lula, para depois anistia-lo para que haja uma ponte em que se apoie em uma mentira.

  6. Valmira Diz

    Confio na densidade moral e eleitoral de.Lula, sobretudo com o seu compromisso com o Brasil onde todos possam ter os mesmos direitos e deveres.

  7. João Marcos Farias Diz

    O jurista realmente está enganado, o Presidente Lula, tem idoneidade moral, respaldo eleitoral e opinião mundial ao seu lado. Se acontecer o pior, estou certo e convencido que outros países se envolverão. Não estaremos só.

  8. Felipe Lobo dos Santos Diz

    FHC… Densidade moral… Hahahaha… Rindo até o Brasil completar 1000 anos.

  9. Elvira Diz

    O Sr. se engana jurista Nelson Jobim, Lula tem densidade moral e eleitoral e compromisso com a verdade e com o povo brasileiro, especialmente, os mais necessitados. #Lula2018!

    1. Celso Malheiros Diz

      O Sr. ex ministros apenas quís confrontar, ou melhor comparar,….ASSIM: um verteu do povo o outro é sociólogo, apenas ISSO.. então obviamente o sociólogo (seu juizo) estudou MORAL E CÍVICA no tempo da ditadura, o outro, ora o outro, apenas POVO.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.