Globo esconde documento que prova que Lula jamais pernoitou em tríplex do Guarujá

0

Os veículos das Organizações Globo, todos eles, que fazem extensa cobertura da Lava Jato, não deram uma linha sequer sobre documento oficial da Presidência da República que prova que o ex–presidente Luiz Inácio Lula da Silva jamais pernoitou no tal “tríplex do Guarujá”.

Esses registros são mais uma prova que desmonta a acusação encampada pelo MPF (Ministério Público Federal) de que o ex-presidente seria proprietário de um apartamento na cidade litorânea de São Paulo. O imóvel, na realidade, pertence à empresa OAS Empreendimentos. Mas nenhuma informação acerca do documento foi veiculada na TV Globo, ou na Globonews, no G1, na Rádio CBN, no jornal O Globo ou na revista Época, todos veículos de comunicação pertencentes à família Marinho. A perseguição contra Lula posta em prática pelo jornalismo das Organizações Globo é citada pelos advogados do ex-presidente em ação movida no Comitê de Direitos Humanos da ONU.

O documento apresentado pela Defesa de Lula, pertencente à Presidência da República, registra os pedidos de pagamento de diária da equipe de seguranças e apoio a qual todos os ex-presidentes têm direito. Toda a vez que passam um dia ou mais fora de seu local de trabalho (no caso dos seguranças de Lula, a cidade de São Bernardo do Campo), os funcionários registram a cidade onde estavam, e esses registros permanecem documentados na Presidência.

Ou seja, mesmo após Lula ter deixado a Presidência, é possível – por meio desses registros – dizer onde esteve nos últimos 6 anos. Pois bem: último registro na cidade do Guarujá data de de janeiro de 2011, quando, logo depois de ter saído da Presidência, Lula ficou hospedado em uma base militar, a convite do então Ministro da Defesa, Nelson Jobim.

O Edifício Solaris só foi ficar pronto mais de 2 anos depois. E não há nenhum registro que o ex-presidente tenha pernoitado na cidade após 2011. Em outras palavras: Resta provado que Lula jamais passou uma noite sequer no apartamento que o MPF insiste em dizer que é propriedade oculta do ex-presidente.

A Globo deu ampla divulgação a esses registros em relação às diárias registradas em Atibaia, onde o ex-presidente e Dona Marisa Letícia frequentavam um sítio de propriedade de amigos do casal, fato que eles jamais negaram.

Mas esconde dos seus leitores, espectadores e ouvintes quando os mesmos registros mostram que Lula não só não tem a propriedade ou chaves do apartamento como jamais dormiu no tal tríplex. A TV também levou ao ar matérias sobre temas ridículos, como pedalinhos e canoas de metal.

O ex-presidente jamais negou ter visitado o tal apartamento uma vez, para avaliar a possibilidade de comprá-lo. E que Dona Marisa esteve no apartamento uma outra vez para avaliar uma reforma que foi feita para tentar convencê-los a comprar o apartamento. Tudo isso mais de três anos após sua saída da Presidência da República. Entenda essa história: http://www.institutolula.org/documentos-do-guaruja-desmontando-a-farsa

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.