IMPEACHMENT: Anastasia fará a leitura do relatório final sobre o processo nesta terça; VEJA!

1

O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) vai fazer a leitura do relatório final sobre o processo de afastamento da presidente eleita Dilma Rousseff nesta terça-feira (2), na Comissão Especial do Impeachment. Em seguida, senadores do PT, PDT, PCdoB e da Rede vão apresentar dois votos em separado. O primeiro deles, da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e do PDT, vai sustentar que o processo é político. Já o voto em separado da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), em conjunto com a Rede, vai defender o arquivamento do processo.

“É um voto muito objetivo e que faz um retrospecto do que nos trouxe até aqui. Tem um caráter muito político, sem abrir mão das questões jurídicas, sem deixar de questionar esses aspectos, mas tem caráter eminentemente político”, disse a senadora petista.

Além disso, segundo informou Gleisi, os senadores aliados de Dilma vão apresentar dois requerimentos. Um deles pede o depoimento do procurador da República no Distrito Federal, Ivan Marx. Ele recomendou o arquivamento de um processo que investiga a prática de crime de responsabilidade por integrantes da equipe econômica de Dilma no atraso de pagamento da União ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na avaliação do procurador, não existiram pedaladas fiscais nesse caso.

Com base nesse parecer, os aliados de Dilma solicitarão ainda a retirada da denúncia relativa às pedaladas do Banco do Brasil relacionadas ao Plano Safra.

“É um fato que veio após essa fase de instrução e que o Senado desconhecia. Não é possível o Senado, como órgão julgador, desconhecer o parecer de um procurador que não vê crime nessa ação, que foi a ação, que, desde o início, deu base para o processo de impeachment da presidente”, diz Gleisi.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. ANTONIO VITORIO DE SOUZA Diz

    Se eu consegui captar alguma coisa desse processo, vão tentar impedir o Procurador de falar.
    Quanto ao relatório, já estava pronto antes da denúncia(As duas peças foram construídas juntas). O resto não vem ao caso. Não é assim que dizem?

    Como dizem alguns, isso não vem ao caso, se é contra o impeachment. Como não vem ao caso as falas de Jucá e da Senadora do PMDB(Rose de Freitas) de que o motivo não é pedalada coisa alguma. O resultado desse julgamento já estava definido antes da denúncia por aqueles que o planejaram. Coitado de quem tiver que enfrentar um julgamento de cartas marcadas. De devido processo legal dessa natureza Cesare Beccaria tá fugindo até hoje. Tá mais para “inquisição” que para julgamento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.