IMPLACÁVEL E DESUMANO! Dallagnol pede para que Lula ‘continue sem nada’ e diz que bens da família são oriundos de corrupção

0

Diz o documento encaminhado ao juiz Sergio Moro:
“Não se verifica ilegalidade em medida [bloqueio dos bens] que visa garantir a reparação dos danos decorrentes de infração penal praticada por um dos cônjuges, inclusive em benefício do outro e com auferimento da atividade criminosa.”




E mais:
“Não demonstrada a origem lícita e a boa fé em relação a valores depositados em caderneta de poupança não há como se questionar a validade de medida constritiva patrimonial penal sob o argumento da impenhorabilidade.”

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.