JUIZ PARCIAL: Moro pede que mulher de Cunha disponibilize endereço à justiça, porém mantém “caça” à Lula

1

O juiz federal Sergio Moro intimou a mulher do deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a apresentar imediatamente seu novo endereço. Na ação consta que “há dificuldades para intimação pessoal da acusada Cláudia Cruz”.

Responsável pelo despacho, Moro diz que o endereço disponível à Justiça informado pela defesa era o endereço da Presidência da Câmara, não mais ocupado por Cunha e Cláudia.

“Não há outro endereço disponível. A defesa contatada por telefone não prestou objetivamente informações sobre o endereço residencial”, afirma.

Não mais na função de presidente da Câmara desde 7 de julho, data em que renunciou ao mandato, Cunha teve que devolver as chaves do apartamento. Ele e Cláudia passaram a ocupar um apartamento funcional em Brasília, como os destinados aos demais deputados.

Cláudia Cruz é acusada de evasão de divisas e de ter lavado US$ 1 milhão em crimes praticados pelo marido, proveniente do esquema de corrupção na Petrobras.Moro diz que “é dever da defesa manter o Juízo informado sobre qualquer mudança de endereço de seu cliente” e que a intenção de Cláudia e seu defensor é de ganhar tempo para se manifestar sobre a audiência marcada.

“A Justiça não conseguiu encontrar o endereço e pediu para apresentá-lo. Isso é totalmente corriqueiro”, afirma à reportagem Pierpaolo Bottini, advogado da acusada.

Bottini diz que o fato não atrasa ou prejudica o andamento do processo, como afirmado no despacho do juiz. “A audiência ia acontecer de qualquer maneira. Não havia perigo algum de não comparecer”. Com informações da Folhapress.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.