JUSTO? Jean Wyllys pode ter mandato suspenso por conta de Bolsonaro

0

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar reúne-se nesta quarta-feira (29) para discussão e votação do parecer referente a processo instaurado contra o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ). A relatoria é do deputado Ricardo Izar (PP-SP).

Wyllys sofre processo, por iniciativa da Mesa Diretora da Câmara, por ter cuspido no deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) durante a sessão do impeachment de Dilma Rousseff no Plenário, em 17 de abril do ano passado. As informações

O relator leu seu parecer em dezembro, mas a votação não ocorreu porque houve pedido de vista dos deputados Julio Delgado (PSB-MG) e Leo de Brito (PT-AC).

Izar pediu a a suspensão do mandado de Wyllys por quatro meses, mas admitiu que o tempo poderá ser alterado conforme decisão dos demais membros do Conselho de Ética.

Outros processos

Na reunião, também poderão ser instaurados três processos atendendo a representações contra deputados por quebra do decoro parlamentar. Dois referentes à representação do PT contra o deputado Eduardo Bolsonaro e um referente à representação da Mesa Diretora da Câmara contra o deputado Delegado Eder Mauro (PSD-PA).

A reunião está marcada para as 14 horas, no plenário 12.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.