MAIS UMA: Cunha ingressa com um mandado de segurança ao STF na tentativa de barrar a apreciação a sua cassação;

0

O deputado afastado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ingressou com um mandado de segurança junto ao Supremo Tribunal Federal para tentar barrar a apreciação do parecer que pede a sua cassação pelo Plenário da Câmara. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já anunciou que deverá ler o pedido de cassação do parlamentar na próxima segunda-feira (8). Além da manobra jurídica, aliados de Cunha planejam esvaziar o plenário da Câmara no dia da votação.

Na ação, Cunha lista uma série de irregularidades que teriam sido cometidas pelo Conselho de Ética e pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara na tramitação do processo sobre sua cassação. Segundo o peemedebista, a sessão da CCJ que recusou o recurso apresentado por sua defesa contra o parecer do Conselho de Ética foi aberta com 30 deputados, quatro a menos que o necessário.

Ele também questiona alguns posicionamentos que teriam sido adotados pelo relator do processo, o deputado Marcos Rogério (RO) e diz que o parlamentar não poderia continuar à frente do processo uma vez que teria deixado o PDT para se filiar ao DEM.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.