MOVIMENTO DO DIA 31 SERÁ DECISIVO PARA DILMA: Senador Otto que era à favor do impeachment está entre os indecisos;

10

Após ter votado contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, o senador Otto Alencar (PSD-BA) é apontado como um dos três indecisos identificados pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Segundo informações do jornal O Globo, os outros dois votos que podem mudar são os de Romário (PSB-RJ) e Cristovam Buarque (PPS-DF).

Em aceno ao presidente interino, Michel Temer, Renan tem se mostrado envolvido nas negociações em torno da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, prevista para o fim de agosto.

Segundo informações do jornal O Globo, aliados afirmam que ele se reuniu na última terça-feira (19) com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em jantar no Palácio do Jaburu, e se mostrou otimista sobre a aprovação do processo e chegou a fazer uma conta de votos favoráveis ao afastamento da presidente – até então, o congressista se distanciava da discussão.

Para o peemedebista, seriam ao todo 60 votos a favor do impeachment, mesma quantidade estimada por auxiliares do presidente em exercício. Além do envolvimento do impeachment, outro sinal de melhora é a inclinação de Temer em nomear um indicado de Renan para o Ministério do Turismo.

Ele estaria reticente quanto a escolha de Marx Beltrão (PMDB-AL), por ele ser réu no Supremo Tribunal Federal (STF), mas ofereceu a Renan a prerrogativa de escolher o nome que comandará a pasta.

você pode gostar também Mais do autor

10 Comentários

  1. Alessandro silva Diz

    NÓS , BRASILEIROS, NÃO PRECISAMOS NEM DOS PETISTAS E NEM DOS PEEMIDEBISTAS NO PODER, PORQUE A MUITO TEMPO ROUBAM JUNTOS.POR ISSO, PETISTAS DEIXEM DE ORGULHO FERIDO, PORQUE O PT FERIU A NAÇÃO.E NÃO MERECE O NOSSO RESPEITO.

  2. Gilberto Diz

    Todo o resto é golpe de corruptos…
    Michel Temer, segundo a Folha, disse o seguinte:
    “Essa questão do impeachment no Senado não depende da nossa atuação. Depende da avaliação política -não uma avaliação jurídica- que o Senado está fazendo. Nós não temos e não poderíamos ter influência nesse processo”, afirmou.

    E acrescentou: “Eu penso que o Senado vai avaliar as condições políticas de quem está hoje no exercício e de quem esteve no exercício da Presidência até um certo período.”
    O problema é que, segundo a lei que regula o impeachment, a de número 1.079, de 1950 ( http://www2.camara.leg.br/…/lei-1079-10-abril-1950-363423-n… ), o processo é jurídico . O texto da própria lei diz que ela define “os crimes de responsabilidade e regula o respectivo processo de julgamento.”

    Em linhas gerais, a lei separa crimes comuns dos crimes de responsabilidade – estes,que podem gerar o impeachment, são claramente definidos:

    “Art. 4º São crimes de responsabilidade os atos do Presidente da República que atentarem contra a Constituição Federal, e, especialmente, contra:
    I – A existência da União;
    II – O livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e dos poderes constitucionais dos Estados;
    III – O exercício dos direitos políticos, individuais e sociais;
    IV – A segurança interna do país;
    V – A probidade na administração;
    VI – A lei orçamentária;
    VII – A guarda e o legal emprego dos dinheiros públicos;
    VIII – O cumprimento das decisões judiciárias (Constituição, artigo 89).”

  3. Gilberto Diz

    Chupa coxinhas, se é pra ser Justo, usamos a Justiça e a Constituição.

    Michel Temer, segundo a Folha, disse o seguinte:

    “Essa questão do impeachment no Senado não depende da nossa atuação. Depende da avaliação política -não uma avaliação jurídica- que o Senado está fazendo. Nós não temos e não poderíamos ter influência nesse processo”, afirmou.

    E acrescentou: “Eu penso que o Senado vai avaliar as condições políticas de quem está hoje no exercício e de quem esteve no exercício da Presidência até um certo período.”
    O problema é que, segundo a lei que regula o impeachment, a de número 1.079, de 1950 ( http://www2.camara.leg.br/…/lei-1079-10-abril-1950-363423-n… ), o processo é jurídico . O texto da própria lei diz que ela define “os crimes de responsabilidade e regula o respectivo processo de julgamento.”

    Em linhas gerais, a lei separa crimes comuns dos crimes de responsabilidade – estes,que podem gerar o impeachment, são claramente definidos:

    “Art. 4º São crimes de responsabilidade os atos do Presidente da República que atentarem contra a Constituição Federal, e, especialmente, contra:
    I – A existência da União;
    II – O livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e dos poderes constitucionais dos Estados;
    III – O exercício dos direitos políticos, individuais e sociais;
    IV – A segurança interna do país;
    V – A probidade na administração;
    VI – A lei orçamentária;
    VII – A guarda e o legal emprego dos dinheiros públicos;
    VIII – O cumprimento das decisões judiciárias (Constituição, artigo 89).”

    Por isso, parem de apoiar o golpe e o sequestro da democracia

  4. VALDA PAULA Diz

    QTO ESTAÕ LHE PAGANDO SR.OSVALDO,…(Ñ SEI DE QUE..)…….ENQTO O BRASIL,TIVER IDIOTAS FEITO TU,Q SE RECUSA E ENXERGAR O OBVIO……VIVEREMOS A MERCÊ ,DE LADRÕES,E DESONESTOS BURROS,(COMO TU)

  5. Afolive Diz

    Tem sujeitos mais coxinhas do que a dilmandioca e o lulalau? Nem aviões de carreira querem pegar, só viajam em jatinhos luxuosos particulares, porque não viajam pelas estradas “magníficas” que fizeram durante os 13 anos no poder, pra discursar pra meia dúzia de militontos movidos à pão dormido e uma fatia finíssima de mortadela de quinta categoria à seco… Kkkkk…

  6. Osvaldo Cardoso de Oliveira Diz

    Nos Brasileiros, nao podemos deixar. que esses traidores do povo, fique no poder. pois a acusasao que eles encaminharam o pedido de saida da Presidenta, ja foi desmentida por todos os tecnico financeiros no caso das tais pedaladas fiscais. entao nos vamos envadir esse congresso, se esses SENADORES votarem para retirar a presidenta. temos que fazer ate uma Guerra, mas eles no poder NUNCA. se querem ser alguma coisa vamos desputar no voto seus covardes.

    1. I hate communist Diz

      volte para escola e aprenda a língua portuguesa, melhor que ficar falando asneiras

      1. Paulo Ravara Diz

        Tipo sempre iniciar frases com maiúsculas e colocar ponto final?

  7. Ricasou Diz

    Será que Lula não comprou ele.

    1. Hélio Diz

      Será que Temer ou Cunha não comprou você?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.