MUDANÇA BRUTAL: Temer e Padilha criaram novas propostas na Previdência e claro que sobrou para o pobre;

0

O que ontem foi registrado aqui se confirma hoje, em matéria da Folha, onde Eliseu Padilha confirma o que disse a O Globo.

A “proposta” de Michel Temer para as mudanças na Previdência é brutal.

O “pedágio” de 40% a 50% para os que estão com mais de 50 anos de idade, que os jornais apresentam com um simplório “para quem falta um ano para se aposentar terá de trabalhar mais seis meses” – o que não achega a assustar, é bem pior.

Se você tem 50 anos e 25 anos de contribuição, em lugar de dez anos, terá de trabalhar mais quatro ou cinco anos, dependendo da escala de maldade a ser aplicada.

Agora, se você tem 49 anos e trinta de contribuição, porque começou no batente aos 19 anos, vai ter de completar 65 anos se quiser se aposentar. “Só” 14 anos a mais de trabalho, porque você não está na regra de transição.

Está evidente que, mesmo com o Congresso dominado pela canalha que, neste momento, forma a sua maioria, uma monstruosidade assim não passará.

Mas passarão “menores monstruosidades”.

Porque o saneamento da Previdência, é claro, só pode se dar no lombo do trabalhador.

O que é queimar cinco ou seis anos de uma vida humana perto de 1% de aumento nas contribuições?

Nada, porque a vida humana não vale nada para essa gente.

Exceto a deles, claro.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.