LAVA JATO: Mulher de Cunha recebeu propina também no Brasil

0

A jornalista Cláudia Cruz, esposa do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), virou alvo de mais uma investigação na Operação Lava-Jato. Segundo informações do jornal O Globo, procuradores suspeitam que ela tenha recebido dinheiro de propinas da Petrobras não só em contas no exterior, mas também no Brasil.

Um dos investigadores responsáveis pelo caso, o procurador federal Diogo Castor, informa que não foi encontrada a origem de parte dos recursos que abasteceram as contas de Cláudia. Um relatório da Receita Federal sobre ela aponta “expressivos valores de gastos com cartões de crédito de emissão no Brasil” pela investigada, sem que houvesse lastro suficiente para pagar as contas, especialmente em 2014 e 2015.

De acordo com o fisco, mais de R$ 471,8 mil circularam em sua conta bancária nestes dois anos, valor inferior ao que ela declarou ter recebido de pessoas físicas no período (R$ 715 mil). Em 2015, Cláudia incluiu bens não declarados antes e outros pagamentos por meio de uma declaração retificadora.

Em depoimento à Justiça, o contador Paulo Lamenza disse que Cunha mandou fazer as alterações, que poderiam gerar multa de até R$ 100,5 mil se não fossem corrigidas. A jornalista é defendida pelo advogado Marlus Arns, que possui vários clientes investigados na Lava-Jato em Curitiba.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.