Operação da PF investiga 4 maiores fundos de pensão do Brasil

0

Policiais federais foram às ruas nesta segunda-feira (5) em uma operação que investiga irregularidades em quatro dos maiores fundos de pensão do país, todos ligados a estatais. Os desvios são estimados em R$ 8 bilhões, provenientes de 103 pessoas físicas e jurídicas. Os alvos são Funcef, Petros, Previ e Postalis. Participam da operação cerca de 560 policiais federais, além de 12 inspetores e quatro procuradores federais da CVM, oito auditores da Previc e sete procuradores da República.

De acordo com a Folha de S. Paulo, estão sendo cumpridos 127 mandados judiciais expedidos pela 10ª Vara Federal de Brasília: sete de prisão temporária, 106 de busca e apreensão e 34 de condução coercitiva. A operação ocorre nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Amazonas, além do Distrito Federal.

Os focos da operação “Greenfield” são a Funcef (fundo de pensão de funcionários da Caixa), a Petros (de trabalhadores da Petrobras), a Previ (de funcionários Banco do Brasil) e o Postalis (de trabalhadores dos Correios). A ação da PF conta com auxílio do Ministério Público Federal, a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.