Globo utiliza Revista Época para afirmar que Temer fez consórcio para roubar dinheiro da Petrobrás; VEJA!

8

Consumada a primeira etapa do golpe de 2016, com a derrubada da presidente Dilma Rousseff, é a vez de apontar os canhões para Michel Temer.

É isso o que faz a revista Época, da Globo, em sua capa deste fim de semana, que descobre que o chamado “petrolão” não é obra do PT, mas de um consórcio integrado também pelo PMDB, que era presidido por Temer.

Ao noticiar a Operação Arquivo X, que prendeu Guido Mantega em razão da transferência de R$ 5 milhões, por parte do grupo EBX, à empresa Pólis, de João Santana, Época lembra que outros R$ 7,5 milhões teriam sido transferidos pela Mendes Júnior, ao lobista João Augusto Henriques, que seria ligado a Michel Temer e outros dirigentes do PMDB.

Em outra reportagem na mesma edição, Época aponta para Milton Lyra, que seria o operador do PMDB no Senado.

Tudo isso acontece no mesmo momento em que o Supremo Tribunal Federal autoriza a abertura de um procedimento investigativo contra Temer (saiba mais aqui).

Se ele vier a ser derrubado em 2016, haverá eleições diretas no País.

Se isso acontecer em 2017, eleições indiretas comandadas pelo atual Congresso.

Em delação premiada, Delcídio Amaral afirma que Henriques é apadrinhado de Temer. Leia mais abaixo:

Delcídio afirma que Temer chancelou a indicação de ex-diretores da Petrobras

André Richter – Repórter da Agência Brasil
O senador Delcídio do Amaral (MS) disse em depoimento de delação premiada que o vice-presidente da República, Michel Temer, chancelou a indicação de dois ex-diretores da Petrobras que foram condenados na Operação Lava Jato. Segundo o senador, Temer era “padrinho” de João Augusto Henriques, ex-diretor da BR Distribuidora, subsidiária da estatal, e de Jorge Zelada, ex-diretor da Área Internacional da Petrobras.

Em nota, a Vice-Presidência da República rebateu as declarações de Delcídio, que pediu hoje desfiliação do PT. “Michel Temer nunca foi padrinho de João Augusto Henriques. A indicação do nome dele para ocupar cargo na Petrobras foi feita pela bancada do PMDB na Câmara dos Deputados, assim como a de Jorge Zelada, posteriormente”.

De acordo com depoimento de Delcídio, tomado no dia 11 de fevereiro pela Procuradoria-Geral da República (PGR), Henriques foi o principal operador de “um dos maiores escândalos envolvendo a BR Distribuidora”, envolvendo uma suposta aquisição ilícita de etanol, entre 1997 e 2000, durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

“Delcídio do Amaral sabe que um dos maiores escândalos envolvendo a BR Distribuidora foi a aquisição ilícita de etanol no período de 1997 a 2000. O principal operador desse esquema foi João Augusto Henriques (ex-diretor da BR Distribuidora), e atualmente preso por ordem judicial da 13ª Vara Federal da Subseção Judiciaria de Curitiba. A ilicitude ocorreu durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. O “padrinho” de João Henriques no esquema do etanol foi Michel Temer, atual vice-presidente da República. A relação entre João Henriques e Michel é antiga e explica a sucessão de Nestor Cerveró na Diretoria Internacional da Petrobras. João Augusto foi o primeiro indicado para essa diretoria para substituir Cerveró, entretanto foi vetado pessoalmente por Dilma Rousseff, substituído por Jorge Zelada, indicação do próprio João Augusto”, diz um dos documentos anexados à delação.

Sobre Jorge Zelada, o senador declarou que Temer teve “grande influência” na substituição de Nestor Cerveró, outro ex-diretor investigado e preso na Lava Jato, por Zelada.

O trecho da delação de Delcídio que menciona Temer é o seguinte:

“Que tais diretores ajudavam as empresas e os partidos recebiam “doações” das empresas em troca; Que, por volta de 2007, era necessário votar no Congresso a CPMF; Que a CPMF havia sido aprovada na Câmara e rejeitada no Senado; Que o PMDB da Câmara condicionou a aprovação da CMPF a eles indicarem o diretor da Diretoria Internacional; Que o PMDB do Senado aceitou passar a Diretoria Internacional para o PMDB da Câmara; Que o nome do PMDB era João augusto Rezende Henriques, que era muito ligado a Michel Temer; Que o nome de Henriques foi avalizado por Michel Temer; Que, no entanto, o nome de João Augusto Rezende foi vetado por Dilma Rousseff (então ministra Chefe da Casa Civil), em razão de ele ter problema no Tribunal de Contas; Que João Augusto Rezende Henriques indicou Jorge Zelada; Que Jorge Zelada foi chancelado por Michel Temer e a bancada do PMDB na Câmara”.

você pode gostar também Mais do autor

8 Comentários

  1. freitas Diz

    A verdade é que todos são corruptos (PSDB, PMDB, PT, e os demais) porém, os “ïnteligentz”brasileiros se esquecem de tudo isso e pegam no pé unicamente do PT e seus membros, esquecendo-se que todo o lamaçal da Petrobrás, mensalões, trensalões, Furnões, etc. quando começaram, Lula era somente “Paz e Amor”. Naquele período quando, os computadores começaram a ser implantados nas grandes corporações, já havia escoado 10, 20, 100 vêzes mais os valores ora citados. Todos sabem disso, mas fingem nao ter conhecimento e só se lembram do que saiu ontem no Jornal Nacional ou na ultima edição da Veja. Enquanto o Super Herói dos troxas, vulgo Moro lhes abastecem de satisfação prendendo de forma desnecessária e dantesca com grande estardalhaço fazendo “avant-premiére” na rede oficial do PSDB, o mesmo que não permitiu que Dilma governasse com o lema “Quanto pior, melhor.”, se v ingando da derrota de 2014. Logo logo vão minar também o governo golpista para se tornarem os éticos, honestos e puros, com aval do STF e dos idiotas.

  2. MIGUEL NETO Diz

    GOLPE É A PUTA QUE OS PARIU, SAFADOS.

  3. Reginaldo Jose da Silva Diz

    O PSDB e cia. também estão todos envolvidos na corrupção da Petrobrás. O povo brasileiro tem q fazer um baixo assinado ou projeto de lei c interesse da população em diminuir os salários e benefícios exagerados deles. O Brasil está por causa de td partidos são farinhas do mesmo saco LADRÕES. Pegar as arrecadações e investir nas áreas q td brasileiros saiam ganhando. O PT foi melhor q os outros partidos, mas teve corrupção e tem q pagar. Cadê o dinheiro, pra q essa ganância de roubar milhões e milhões. Eles não levar o dinheiro quando morrer e as leis tem q ser mais rápido contra eles. Tem q tirar o foro privilegiado e impunidade, conforme a constituição federal somos td iguais. População tem q ir pra cima de td Políticos e buscar os nossos direitos.

  4. Reginaldo Jose Diz

    O PSDB e cia. também estão todos envolvidos na corrupção da Petrobrás. O povo brasileiro tem q fazer um baixo assinado ou projeto de lei c interesse da população em diminuir os salários e benefícios exagerados deles. O Brasil está por causa de td partidos são farinhas do mesmo saco LADRÕES. Pegar as arrecadações e investir nas áreas q td brasileiros saiam ganhando. O PT foi melhor q os outros partidos, mas teve corrupção e tem q pagar. Cadê o dinheiro, pra q essa ganância de roubar milhões e milhões. Eles não levar o dinheiro quando morrer e as leis tem q ser mais rápido contra eles. Tem q tirar o foro privilegiado e impunidade, conforme a constituição federal somos td iguais. População tem q ir pra cima de td Políticos e buscar os nossos direitos.

  5. Rita Colacique Diz

    Eu quero mais é que todas ss sujeiras do Temer e seus comparsas venham à tona.

  6. Rogério Diz

    Ué, a Globo não é o canal golpista que ajudou o Temer?????? Ta meio estranho essa contradição, como sempre a culpa pela própria incompetência é dos outros nunca é do incompetênte.

    1. INÊS Diz

      Rogério, dârrrr. Esqueceste de ler toda a matéria. Só vais na manchetezinha vagabunda!

    2. DIROFF Diz

      Preste atenção no que lê, sujeito. A revista, assim como o Brasil honesto e pensante , é radicalmente contra a roubalheira e os ladrões do Brasil. Não importa que partido for. Cadeia em todos eles !!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.