PROCESSADO: Temer aciona Joesley Batista na Justiça Federal em Brasília; SAIBA!

A defesa do presidente Michel Temer entrou na tarde desta segunda-feira (19) com representação criminal contra o empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS, que acusou o peemedebista de ser o “chefe da organização criminosa mais perigosa do País” em entrevista à revista Época.

A queixa-crime contra o empresário foi registrada na 12ª Vara da Justiça Federal no DF por intermédio do advogado Renato Oliveira Ramos, representante de Michel Temer no caso. A representação imputa a Batista a acusação de crime de calúnia, previsto no artigo 141 do Código Penal Brasileiro.

O artigo citado prevê pena de seis meses a dois anos de prisão para o praticante do ato, além do pagamento de multa. Quando os fatos falsos são imputados ao presidente da República, a pena pode ser aumentada em um terço.

Temer já havia anunciado sua intenção de processar Joesley no sábado (17), pouco após a divulgação da entrevista do empresário. Na ocasião, o presidente afirmou, em nota, que iria cobrar na Justiça uma “reparação financeira pelos danos que Joesley causou”.

“Suas mentiras serão comprovadas e será buscada a devida reparação financeira pelos danos que causou, não somente à instituição Presidência da República, mas ao Brasil. O governo não será impedido de apurar e responsabilizar o senhor Joesley Batista por todos os crimes que praticou, antes e após a delação”, disse Temer na nota.

1 Comentário

  1. A URSS ACABOU EM 1991, MAS PARA MICHEL TEMER E SUA BURRA EQUIPE ELA DURA ATÉ HOJE. A AGENDA OFICIAL DO PRESIDENTE BANDIDO DIVULGOU QUE ELE ESTÁ INDO PARA A UNIÃO SOVIÉTICA. (revisor ALUIZIO 500 MIL) TEMER VIRA PIADA NA RÚSSIA APÓS DIVULGAR AGENDA DIZENDO QUE VIAJARÁ À URSS. O governo de Michel Temer acumula mais um trapalhada diplomática. Depois do ex-chanceler José Serra chamar o país de Estados Unidos do Brasil, foi a vez do site do Palácio do Planalto divulgar o nome da Rússia como “República Federativa Soviética da Rússia”. O nome oficial do país atualmente é Federação Russa. A antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas deixou de existir em 25 de dezembro de 1991, com o fim do comunismo. A gafe foi alvo de piadas nas redes sociais, com alguns perguntando se Temer iria encontrar Mikhail Gorbachev, último presidente da URSS, ou mesmo com Brejenev e Stálin, líderes soviéticos no auge do regime. Outros lembraram ainda do álbum Back in the USSR (Perdido na URSS), dos Beatles.
    Em meio à crise política que envolve o governo, Temer irá encontrar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, o primeiro-ministro, Dmitry Medvedev, a presidente do Conselho da Federação, Valentina Matvienko, e o presidente da Duma de Estado (o Parlamento russo), Vyacheslav Volodi. O Brasil espera conseguir a assinatura de acordos de exportação com o país europeu. Temer também visitará a Noruega, onde se encontrará com o rei Harald V e a primeira-ministra Erna Solberg, para discutirem questões ambientais.

DEIXE UMA RESPOSTA