“Temer destrói conquista dos trabalhadores”, dispara Lula; VEJA!

0

O ex-presidente Lula começou, nesta quinta-feira, a se manifestar sobre o afastamento provisório da presidente Dilma Rousseff, concedendo entrevistas a três veículos internacionais: a espanhola TVE, a russa RT e a venezuelana Telesur.

Segundo ele, o impeachment foi “quase um estupro” na democracia brasileira.

Num dos depoimentos, ele também disse porque estava com o semblante tão abatido na manhã de 12 de maio, quando Dilma deixou o Palácio do Planalto.

“Não me senti confortável, estava muito triste. Não era apenas uma presidenta que estava deixando a Presidência de forma abrupta. Era um projeto de sonho, de inclusão social, que mostrou para o mundo que fica muito fácil você resolver os problemas do povo pobre quando você deixa de tratá-los como estatística ou problema social e trata como gente, como ser humano que tem direitos e deveres. Os pobres mal experimentaram conquistas sociais e já estão querendo tirar essas conquistas sociais dos pobres. Foi o dia da indignação pra mim”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.