VERGONHA: MP afirma que presidente do PSDB é líder de organização criminosa;

1

Uma denúncia do Ministério Público Federal no âmbito da Operação Decantação aponta que o presidente do diretório do PSDB em Goiás e diretor de Expansão da Saneago (Empresa de Saneamento do Estado), Afrêni Gonçalves, atuava na estatal “para favorecer aliados políticos”.

Ele e outros 34 investigados foram denunciados pela Procuradoria da República por desvios de cerca de R$ 5,2 milhões em recursos federais, segundo reportagem do blog de Fausto Macedo, do Estado de S. Paulo.




“Resta evidenciado que o denunciado Afrêni se relaciona com empresários sabidamente envolvidos em atividades criminosas, bem como com agentes públicos, igualmente envolvidos em ilícitos, sem jamais turbar ou ferir os interesses da organização criminosa”, diz trecho da denúncia.

O procurador Mário Lúcio de Avelar diz ainda que o “PSDB recebeu propina em forma de doação”. “Os valores recepcionados pelo PSDB o foram a título de propina, ainda que sobe a forma de doação, porque disfarçadas do seu real propósito”, diz, na acusação em referência a uma doação de R$ 1 milhão recebida pelo PSDB-GO em 2014 por uma das empresas que tinha contrato com a Saneago.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. LucPern Diz

    Aí Meu Deus perdoai pq eles não sabem o q falam!!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.