VIRADA? Jader Barbalho admite mudar voto e diz que Dilma pode influenciar todo o Senado

1

Senador pelo PMDB do Pará, Jader Barbalho (pai do ministro interino da Integração Nacional, Hélder Barbalho) disse nesta segunda-feira que vai esperar a presidente eleita, Dilma Rousseff, terminar de se defender no Senado para declarar publicamente seu voto no processo de impeachment.

Apesar de o Palácio do Planalto já contabilizar o voto de Jader como favorável ao impeachment, o peemedebista afirmou ao jornal O Globo que as colocações de Dilma nesta etapa do processo podem mudar não somente o seu voto, mas influenciar todo o Senado.

“A fala dela pode mudar não só o meu voto, pode influenciar todo o Senado. Só tenho cumprimentos a ela pela coragem política de vir ao Senado fazer essa exposição”, disse Jader.

Auxiliares do governo interino do vice-presidente em exercício Michel Temer (PMDB) afirmam que muitos dos senadores que ainda não declararam voto publicamente já sinalizaram, contudo, que serão favoráveis ao impeachment. Alguns parlamentares da base aliada dizem que esses supostos indecisos estão ‘vendendo dificuldades’ nesta reta final do processo para conseguirem negociar mais espaço no governo.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Elena Diz

    Que se faça o que for justo, pois acredito que DEUS está no comando, Não acredito que o resultado seja para punir quem quer que seja, mas para que saibamos que nada acontece sem o planejamento de DEUS. Que venha o resultado, e saibamos acatar com humildade, pois a punição aos culpados, não nos pertence, mas a história se encarregará de marcar para sempre os que causaram, ou fizeram acontecer qualquer situação que venha atrasar, retroceder, ou fazer perder uma democracia tão duramente conquistada.DEUS NO COMANDO,sempre..

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.