CONGRESSO PODE FICAR DESMORALIZADO! Gilmar denúncia crimes na Lava Jato e repudia alteração na Constituição sem passar pelo Legislativo

0

Se o Congresso Nacional não tomar qualquer posição com relação à coibir mudanças na Constituição Federal, como o caso da presunção da inocência no artigo 5º inciso LVII da carta maior pelo STF, a Câmara e o senado serão desmoralizados.

Essa é a opinião de vários observadores políticos, que através das redes sociais, criticam duramente o Supremo Tribunal Federal, por querer legislar invertendo os papéis e o Congresso Nacional que se acoelha, através de seus deputados e senadores que deveriam, já ter interferido com rigor, nessas manobras do STF na tentativa de atender aos interesses de alguns.

O povo já detona a fragilidades dos deputados e senadores, que poderão sofrer um desgaste implacável e deve refletir nas eleições de outubro próximo, em prejuízo para os que irão tentar a reeleição.

Por outro lado, o que se comenta a boca pequena é a questão das denúncias formuladas através do ministro Gilmar Mendes, que no pleno do Supremo, denunciou manobras dentro da Operação Lava Jato.

O ministro fez ataques graves a citada operação, com atos de corrupção, tráfico de influência e ameaças de estupro aos réus, para que os mesmos se tornassem delatores e mentissem em juízo prejudicando assim, aqueles que os integrantes da Lava Jato tinham interesses de incriminar. Podemos citar como exemplo, o ex-presidente Lula que foi julgado em um verdadeiro tribunal de exceção, com a finalidade de afastá-lo da vida pública, já a partir das eleições de 2018.

O Congresso Nacional tem o dever moral de interferir nessas medidas do Supremo por parte de alguns ministros e apurar a prevaricação, cometido por Edson Fachin, relator do caso naquela corte e como também da Procuradora Geral da República Raquel Dodge, que sabiam de tudo e preferiram fazer vista grosso nessas verdadeiras aberrações externadas por Mendes.

As esquerdas que estão revoltadas com essas denúncias e a perseguição a Lula, têm a obrigação de pedir um processo de impeachment contra Fachin e Dodge, pois o país não está sendo passado a limpo em hipótese alguma, pelo contrário, a corrupção passou agora para as instituições como ministério público e a própria justiça.

Esse fato da tentativa de estupro, foi denunciado por advogados de Eike Batista e do ex-deputado Geddel Vieira Lima do PMDB e com certeza foi usado também em Curitiba em cima de Léo Pinheiro, para mentir descaradamente no caso do triplex.

Espero que os deputados Paulo Pimenta, Paulo Teixeira, Wadhi Domuos Jean Wyllys, Maria do Rosário, Jandira Feghali, Luíza Erundina e outros do PT, PCdoB e Psol possam iniciar uma articulação para pedir o impeachment de Fachin e Dodge.

Argumento não poderia ser melhor: O pronunciamento do Ministro Gilmar Mendes na frente dos acusados tendo os mesmos silenciado, garantindo assim a veracidade na fala de Mendes.

Redação do Portal Click Política, por Gil Silva

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.