INCONFORMADO: Deputado paraibano Benjamin Maranhão lamenta aumento do desemprego; CONFIRA AQUI!

0
O presidente da Comissão do Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP), o deputado federal Benjamin Maranhão (SD), avaliou os dados da Pnad Contínua, divulgados nesta quinta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo os números o desemprego subiu em todas as grandes regiões do país no primeiro trimestre deste ano em relação mesmo período de 2015, principalmente no Nordeste.

 

O parlamentar informou que realizará uma reunião na Comissão do Trabalho para debater a temática, além da elaboração de um documento para o Governo Temer com sugestões para enfrentar o problema. “Precisamos enfrentar este problema e não colocar para debaixo do tapete. Já são 11 milhões de desempregados, uma herança maldita que recebemos do Governo Dilma”, comentou.

Segunda a pesquisa, no Nordeste, a taxa de desemprego passou de 9,6% para 12,8%, no Sudeste, de 8% para 11,4%, no Norte, de 8,7% para 10,5%, no Centro-Oeste, de 7,3% para 9,7%, e no Sul, de 5,1% para 7,3%.

No Brasil, o percentual médio de trabalhadores empregados com carteira assinada chegou a 78,1%. A região Sul apresentou o maior número, de 85,1%, seguido por Sudeste, 83,7%, Centro-Oeste, 78,1%, Norte, 63,5%, e Nordeste, 63,1%. Entre os Estados, os maiores percentuais foram de Santa Catarina, 89,1%, Rio de Janeiro, 86,3%, e São Paulo, 85,5%. E os menores vieram de Maranhão, 52,5%, Piauí, 53,3%, e Paraíba, 57,3%.

O percentual de pessoas com ensino fundamental incompleto era superior nas regiões Norte (37,6%) e Nordeste (39,0%). No Sudeste (34,4%), o percentual das pessoas que tinham o ensino médio completo era superior aos das demais regiões. A região Sudeste (21,6%) foi a que apresentou o maior percentual de pessoas com nível superior completo, enquanto a região Norte teve o menor (12,2%).

Assessoria 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.