NOVO ESCÂNDALO: MPF pede prisão de ex-prefeito Fábio Tyrone por fraude em licitação na saúde; CONFIRA!

1

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a prisão do ex-prefeito de Sousa, Fábio Tyrone por fraude em licitação.

Além da prisão, o MPF pediu a aplicação de multa para o ex-prefeito, o ex-secretário municipal de Saúde e médico, Gilberto Gomes Sarmento; e Sydney Toscano Loureiro de França, médico, empresário, sócio-administrador da empresa Centro Médico de Prevenção de Glaucoma LTDA.

Os três foram denunciados pelo MPF após investigações mostrarem o envolvimento deles em contratações ilegais (fraude em licitação) da clínica oftalmológica, crime cuja pena é de 3 a 5 anos de detenção, mais pagamento de multa.




O MPF requer ainda a reparação dos danos, com valor a ser fixado pelo juízo; bem como perda de cargo, emprego, função pública ou mandato eletivo dos réus como efeito da condenação.

De acordo com a denúncia, houve duas contratações diretas ilegais, envolvendo a pessoa jurídica de serviços médicos oftalmológicos. Na primeira, um prévio procedimento de inexigibilidade de licitação foi realizado, mas o procedimento foi irregular. Já na segunda contratação, não houve sequer o prévio procedimento de inexigibilidade ou de dispensa de licitação.

MaisPB com Ministério Público Federal

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.