LULA PRESO SEM CRIME! Jornal Nacional mentiu sobre reforma em Triplex; SAIBA!

0

POR KIKO NOGUEIRA DO DCM
A filmagem das instalações do triplex do Guarujá feita pelo MTST tem o caráter didático de, entre outras coisas, escancarar a farsa montada pela Globo ao falar do imóvel.
A “denúncia” vem desde 2010 galopando no Jornal Nacional.




Em 2014, o Globo descreveu as reformas. “A família Lula construiu um elevador privativo para levá-los do 16º ao 18º, que no projeto original tinha apenas escadas internas”, diz a matéria
“Lulinha usou também parte do quarto de empregada e um canto da sala para fazer um escritório. Mandou também colocar porcelanato em tudo. A cobertura com piscina também recebeu uma boa área gourmet.”
Dois anos mais tarde, um “furo” do JN com imagens “exclusivas” do apartamento feitas pela Polícia Federal.




Sob uma Renata Vasconcelos constrita, a repórter relata: “Os policiais chegaram cedo, antes das seis da manhã. Para entrar no triplex, que estava trancado, chamaram um chaveiro. Ele abriu a porta de entrada e outras duas do apartamento. E cobrou R$ 100 pelo serviço.”

O que o cachê do cidadão tem a ver com a história é um mistério, mas o pior é a edição da coisa.

Só se vêem a sala e a varanda que dá para a praia de Astúrias, já que os demais cômodos são de uma vagabundice épica.

A realidade simplesmente não correspondia à narrativa que a emissora, juntamente com a Lava Jato, tentava emplacar.

Não existia o tal “porcelanato” e nem a “boa área gourmet”. Ao invés disso, “uma caixa de geladeira que ainda estava fechada” (!?!).

Para compensar a tibieza do material dado pela PF, cenas de populares que “se aglomeraram”.

O que não foi mostrado: são três moradias do Minha Casa Minha Vida uma em cima da outra, como disse Lula.

A Globo cometeu um estelionato jornalístico pelo qual jamais pedirá desculpas — não ao ex-presidente, mas a seu público, transformado em carlos verezas irremediáveis

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.