Saud diz que ex-genro de Silvio Santos batia na mulher e compromete Valdemar Costa Neto

0

Do Metropoles:

Em um dos trechos da conversa com potencial para anular a delação da JBS, Ricardo Saud fala para Joesley sobre um encontro que manteve com Eduardo da Fonte (possivelmente o deputado pelo PP de Pernambuco) e uma pessoa de nome Quintela. Ao descrever Quintela, Ricardo diz: “O que que aconteceu… O Duda Fonte, o Eduardo da Fonte, meu amigo e sócio dele aqui no bar, do ex-genro do Sílvio Santos…”. Momento em que Joesley o interrompe: “Ex?”.

E Saud continua: “É, porque ele ficou casado um mês e bateu na muié (sic), o Quintela, esse que é o… presidente agora do PP aqui…”. No entanto, não há registros de que uma das filhas de Sílvio Santos tenha sido casada com algum Quintela.

Em seguida, Saud segue narrando o motivo do encontro e conta a Joesley que perguntou aos dois se queriam ver sua planilha. “’Vocês vão cair de costas’”, teria dito Saud a Eduardo da Fonte e ao Quintela. “Até lá tinha R$ 38 milhões, tudo oficial… [inaudível] Porque eles falaram que a Odebrecht tava pagando pra eles por fora, no paraíso fiscal”, disse no áudio entregue à PGR.

Saud continua dizendo a Joesley que teria dito para os dois que não pegassem dinheiro da Odebrecht: “Eu falei, não pega o dinheiro da Odebrecht, o Antônio Carlos veio aqui e me contou, eles estão pagando lá no exterior e o Valdemar Costa Neto tá recebendo lá no exterior. Aí eu falei: ‘Não faça isso, pode pedir tudo pra nós aqui que a gente paga tudo’”. Em seguida, Saud diz que negociou o repasse de R$ 45 milhões com os dois.

Saud ainda demonstra receio com a situação e comenta: “Eu acho que o nosso amigo Antonio Carlos vai cair”. Provavelmente, estaria se referindo a Antonio Carlos Rodrigues, presidente do PR.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.