Moro leva ‘novo não’ de Fachin e se irrita em Curitiba; ENTENDA!

0

Do Conjur:

Por não ver relação com os fatos investigados na operação “lava jato”, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, reconsiderou decisão e determinou que a Justiça Federal em São Paulo fique com cópias dos depoimentos dos delatores João Santana, Monica Moura e André Luís Reis de Santana sobre a campanha eleitoral de Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo nas eleições de 2012.




Em maio, Fachin havia determinado o envio do material ao juiz federal Sergio Moro, em Curitiba. A defesa de Haddad argumentou que os delatores disseram ter recebido recursos não contabilizados do Grupo Odebrecht e de empresa ligada ao empresário Eike Batista para quitar dívidas de campanha de Haddad, sem nenhuma relação com a “lava jato”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.