FOLHA: Desesperado, Janot usa oportunidade de acelerar assédios a Temer, Lula e Dilma

0

Da Folha:

Rodrigo Janot inicia amanhã sua última semana como procurador-geral da República. Embora os indicativos sejam insuficientes para uma ideia do que Raquel Dodge trará ao cargo, a saída de Janot não é inoportuna. Os fatos recentes entre a corrupção organizada e as ações contrárias expõem, no lado judicial da crise, um estado de confusão, de ações atabalhoadas e perda de controle que só um país abúlico, porque irrigado de muita leviandade, poderia tolerar –a preço altíssimo. Vários são os fatores dessa situação desprovida de toda lucidez, e o Ministério Público Federal tem grande parte da responsabilidade na sua criação, permanência e agravamento continuado.

(…)

Aliviado do ônus pelo prêmio aos delatores da JBS, Rodrigo Janot dá oportunidade a uma arrumação na sua área, com a distribuição correta de poderes e da limitação de cada um ali, com as necessárias atitudes contra intenções do Ministério da Justiça, ou da Polícia Federal, além do mais. E Rodrigo Janot usa a sua oportunidade, nestes últimos dias poderosos, de acelerar e engrossar os assédios a Temer, Lula e Dilma, não os deixando ao risco de mais diferenças com sua substituta Raquel Dodge.

De nossa parte, apenas continuamos sem ver quem se interesse por desvendar como Antonio Palocci, tão pouco depois de forçado pela segunda vez a sair do governo, apareceu como detentor de um enriquecimento que não quis explicar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.