LULA INOCENTE! Roberto Teixeira depõe a Moro e diz que Marisa tratava de aluguel; CONFIRA!

0

Da Folhapress:

Compadre do ex-presidente Lula, o advogado Roberto Teixeira prestou depoimento nesta terça-feira (19) ao juiz Sergio Moro e, assim como o petista, atribuiu a responsabilidade sobre um imóvel alvo de ação penal na Lava Jato à ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro.




Teixeira é réu, junto com Lula, em ação sobre suposto favorecimento da Odebrecht ao ex-presidente por meio da compra de um terreno para o Instituto Lula e de um apartamento em São Bernardo do Campo (SP).

O Ministério Público Federal afirma que Lula não pagou aluguéis pelo uso da unidade, vizinha à que mora, e que a propriedade foi adquirida com dinheiro da Odebrecht por meio do engenheiro Glaucos da Costamarques, em 2010.




Continua depois da Publicidade

O advogado disse que assessorou na elaboração do contrato de aluguel e que tratou do assunto com Marisa Letícia, que foi quem assinou o contrato de locação.

Disse ainda que, nos anos seguintes, a ex-primeira-dama pediu ajuda para a elaboração da declaração do Imposto de Renda e afirmou que não tem nenhuma informação sobre como se dava o pagamento de aluguéis a Costamarques.

“Minha atuação é apenas e tão somente como advogado. Não sou administrador, não sou gestor. Sou amigo, tão e somente amigo, mas minha amizade não se estende a essas outras informações todas.”

Ele afirma que o fato de os aluguéis estarem declarados no Imposto de Renda de Lula e de Costamarques indica que os valores foram efetivamente pagos. “Se constou no imposto de renda é porque existe.”

O apartamento foi comprado pelo engenheiro, falou Teixeira, por uma junção do interesse em investir no imóvel com a pretensão da família de Lula em ocupar a unidade para garantir mais privacidade.

Ele disse que Costamarques mentiu e falou “asneiras” em seu depoimento na Justiça Federal. O engenheiro afirmou que só recebeu aluguéis a partir de 2015.

Ao depor, na semana passada, Lula afirmou que Marisa Letícia administrava o patrimônio da família e disse desconhecer a suposta falta de pagamento de aluguel.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.