Importante compositor de Salvador chama ACM Neto de ‘caloteiro’ e ‘anão’; CONFIRA AQUI!

0

O cantor Manno Góes se envolveu em uma polêmica ao chamar o prefeito de Sanvador, ACM Neto, de “anão” e “caloteiro”, em uma postagem nas redes sociais. O músico pedia o pagamento de direito autoral pelas músicas tocadas em festas baianas.

Segundo o site Bocão News, o prefeito decidiu entrar com um processo. A informação foi confirmada pelo secretário de Comunicação da prefeitura de Salvador, Paulo Alencar: “o prefeito vai processar o músico que o ofendeu”.

No Facebook, Manno escreveu que há “cinco anos que a prefeitura de Salvador – leia-se ACM Neto (o herdeiro do avô-bandido maior do Nordeste), não paga direitos autorais”, completando que “Cada compositor de cada música que você ouviu e ouve em shows em Salvador – seja de Nando Reis ou do Psirico – não ganha direito autoral porque Neto – o aliado de Temer (aquele que diminuiu seu salário), não paga os autores. Neto, o amigão de Aécio, no alto de sua vigarice e prepotência, acha que autores não valem nada”.

Continua depois da Publicidade

O músico prossegue no desabafo: “Mas nenhum dinheiro vai fazer uma Daniela Mercury, por exemplo, o chamar de “meu prefeito”, sabendo que Neto, o aliado de Geddel, é corrupto (quem superfatura obras è o que?) golpista e caloteiro”.

Notícias ao Minuto

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.