TUDO EM CASA? Alckimin e Doria escapam da justiça de novo; CONFIRA!

0

A Justiça Eleitoral julgou improcedente uma ação ajuizada pelo Ministério Público e Fernando Haddad contra João Doria, Bruno Covas e Geraldo Alckmin.

O objeto da ação em muito lembra a peça do PSDB contra a chapa Dilma-Temer, derrubada pelo TSE neste ano. São três os pontos principais da denúncia que configurariam abuso político: a nomeação do secretário Ricardo Sales, ex-secretário pessoal do governador, para aumento do tempo de televisão; a utilização do slogan “Acelera, SP”; e uma visita de Alckim e Doria em Paraisópolis antes das prévias tucanas.

O processo que pedia a inelegibilidade e a cassação dos candidatos foi julgado improcedente. Tanto o MP quanto o ex-prefeito entraram com recursos, mas após ampla discussão eles foram desprovidos.

CLICK POLÍTICA com radar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.