Desembargador que vendeu imóvel a Moro deu voz de prisão a fiscal que não liberou sua mercadoria

0

O jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, noticia que o hoje desembargador no TRF 4 Márcio Antonio Rocha “deu voz de prisão no Aeroporto Internacional Afonso Pena a uma auditora que se recusou a liberar uma caixa contendo taças de cristal, importadas da Suécia, e a suspensão do pagamento do imposto”.

O fato aconteceu em 1999 e foi relatado no site do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita. Rocha foi quem vendeu a Sergio Moro, em 2002, o atual imóvel do juiz da Lava Jato, de 256 metros, em um bairro nobre de Curitiba, no valor de R$ 173,9 mil à época.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.