DETONANDO MORO: PT diz que prisão de irmão de Dirceu foi clandestina como na ditadura militar; SAIBA!

0

Em nota divulgada no final da tarde desta sexta-feira (9), a presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, rechaçou o que classifica como mais uma arbitrariedade do juiz Sérgio Moro de mandar prender Luiz Eduardo Silva, irmão do ex-ministro José Dirceu.

“A prisão de Luiz Eduardo Silva, irmão do companheiro José Dirceu, é mais um ato de violência cometido pelo juiz Sergio Moro. Além de não haver nenhum motivo razoável para prender quem é réu primário, com trabalho, família e residência fixa, o decreto de prisão foi sigiloso, ocultado até dos advogados; uma prisão clandestina, como se fazia nos tempos da ditadura”, diz a nota.

Luiz Eduardo foi condenado em março do ano passado a 10 anos de prisão em regime inicial fechado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele foi preso pela primeira vez em agosto de 2015, na 17ª fase da Operação Lava Jato, que investigava um esquema de fraude, corrupção e lavagem de dinheiro na Petrobras – o foco eram irregularidades em contratos com empresas terceirizadas.

Portal Click Política com A Forum

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.