JUSTIÇA TEM LADO: Gilmar que soltou Paulo Preto afirma que “caso Lula” está encerrado no Supremo

0

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes avalia que a inelegibilidade do ex-presidente Lula é uma questão “aritmética”. “Enquanto houver vida, há esperança, mas, para mim, a inelegibilidade de Lula é aritmética: ele está condenado em segundo grau por crime contra a administração pública”, afirmou em entrevista à Bloomberg nesta quinta-feira 10.

Para ele, a prisão do ex-presidente é “assunto encerrado” no Supremo. “Discutimos esta questão do habeas corpus e dissemos que seria lícita a ordem de prisão em segunda instância. O pleno do STF já decidiu a matéria com relação ao caso Lula. Para nós, esse assunto está encerrado”, declarou.

“Não cabe à parte brigar com o todo pela coerência jurídica. O colegiado já disse que a prisão era legítima, não nos cabe mais discutir nesse caso específico do Lula”, acrescentou.

Continua depois da Publicidade

CLICK POLÍTICA com informações de Brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.