JUSTIÇA TEM LADO: Gilmar que soltou Paulo Preto afirma que “caso Lula” está encerrado no Supremo

0

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes avalia que a inelegibilidade do ex-presidente Lula é uma questão “aritmética”. “Enquanto houver vida, há esperança, mas, para mim, a inelegibilidade de Lula é aritmética: ele está condenado em segundo grau por crime contra a administração pública”, afirmou em entrevista à Bloomberg nesta quinta-feira 10.

Para ele, a prisão do ex-presidente é “assunto encerrado” no Supremo. “Discutimos esta questão do habeas corpus e dissemos que seria lícita a ordem de prisão em segunda instância. O pleno do STF já decidiu a matéria com relação ao caso Lula. Para nós, esse assunto está encerrado”, declarou.

“Não cabe à parte brigar com o todo pela coerência jurídica. O colegiado já disse que a prisão era legítima, não nos cabe mais discutir nesse caso específico do Lula”, acrescentou.

CLICK POLÍTICA com informações de Brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.