VINGANÇA? Wadhi Damous que luta por oitiva de Tacla Duran é perseguido pela a Lava Jato de Moro

0

A perseguição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que vem sendo mantido como preso político para ser impedido de disputar as eleições de 2018, foi estendia a seu advogado, o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que já foi presidente da OAB-RJ. Até agora, Damous ainda não obteve autorização da juíza Carolina Lebbos para visitar seu cliente.




“A perseguição ao presidente Lula foi estendida a mim, seu advogado. Estar com os seus assistidos é a mais cara das prerrogativas dos advogados. A juíza Lebbos e os procuradores de Curitiba a violam vergonhosamente”, disse Damous ao 247.




Neste domingo, Damous também comentou a decisão do ministro Gilmar Mendes, de soltar o operador de propinas do PSDB, Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, que movimentou mais de R$ 130 milhões na Suíça. “No Brasil, só os tucanos têm direito ao devido processo legal”, afirmou.
CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.