JUDICIÁRIO VIRA ESCULHAMBAÇÃO: Paulo Preto “solto por Gilmar” não comparece a audiência; SAIBA!

0

A procuradora Adriana Scordamaglia apresentou novo pedido de prisão preventiva contra Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto. Ela fez o pedido depois de constatar que o operador do PSDB, solto na semana passada pelo ministro Gilmar Mendes, não apareceria em uma audiência do processo realizada nesta segunda-feira 14, na 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

A notícia foi publicada pela colunista Mônica Bergamo, na Folha. “Deixar passar em branco tal desídia significa desacreditar que a Justiça de primeiro grau tem extremado valor para todo o sistema jurídico brasileiro”, afirmou. A procuradora disse ainda que a detenção é necessária para a “garantia da instrução processual” e da ordem pública.

De acordo com a defesa de Paulo Preto, ele não compareceu “ao presente ato” porque o STF determinou que a juíza Maria Isabel do Prado não iniciasse a instrução processual antes de conhecer os argumentos da defesa que pedem a absolvição sumária do acusado. O operador do PSDB não desobedeceu “qualquer decisão desse ilustre juízo”, portanto, de acordo com seus advogados.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.