PRIVATIZAÇÃO: Governo determina mudança estatutária na Caixa e acaba com exclusividade nos cargos de gerentes, auditores e outros

0

Sem nem mesmo pautar o Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal, a presidente deste, Ana Paula Vescovi, que também é secretária-executiva do Tesouro Nacional, pretende aprovar nova mudança estatutária no banco. As propostas pretendem acabar com a exclusividade dos empregados assumirem cargos de diretores, auditores-chefes, entre outros, o que já havia sido recusado na última alteração de estatuto, em dezembro de 2017.

Este é mais um atentado à Caixa 100% pública e aos direitos da categoria, para abrir espaço para agentes do mercado. Na prática, significa a privatização da gestão da Caixa.

Apenas em 2016, as empresas públicas investiram R$ 56 bilhões em agricultura, saneamento básico, habitação e mobilidade urbana, como afirma Rita Serrano, presidente do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e representante dos funcionários do banco no Conselho de Administração, que acrescenta: “Sem esse investimento, os serviços ficarão precarizados, pois o setor privado não investe no desenvolvimento do país, prejudicando toda a população brasileira”.

Continua depois da Publicidade

Portal Click Política com o DCM.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.