ANTAGONISTA! Exclusivo: Terminais portuários pagaram R$ 1,2 milhão a operadores do MDB

0

O Inquérito dos Portos, que começou investigando a Rodrimar e depois alcançou o Grupo Libra, deve ampliar sua frente de ação. Em depoimento recente à Polícia Federal, o colaborador Flávio Calazans entregou uma relação de pagamentos a operadores do MDB que somam R$ 1,2 milhão.

Dias atrás, a Globo divulgou o repasse de R$ 375 mil da empresa Pérola, que possui a Rodrimar como acionista. Calazans, porém, contou sobre outros quatro terminais portuários que fizeram pagamentos a pedido de Rodrigo Brito e Victor Colavitti, operadores do MDB.

A Centro Sul Serviços Marítimos, de Paranaguá pagou R$ 337,5 mil; a Granel Química, de Santos repassou mais R$ 300 mil; enquanto a Hiper Export, de Vila Velha, desembolsou outros R$ 150 mil; e a Tecon Rio Grande/Salvador pagou R$ 36,5 mil no total.

Continua depois da Publicidade

O dinheiro, segundo Calazans, foi repassado a empresas de fachada de Brito e Colavitti, que também firmaram acordos de colaboração premiada. Os dois já admitiram em outras investigações terem fornecido contas bancárias para repasses de empreiteiras, como Camargo Corrêa e Engevix.

A PF agora vai ouvir ambos sobre os beneficiários finais do dinheiro dos portos.

Portal Click Política com notícia do ANTAGONISTA, por Cládio Dantas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.