Celso de Mello e Gilmar Mendes reclamam de greve em sessão do STF: “É um absurdo, faz-nos reféns”

0

Do Valor

Em áudio acidentalmente captado durante a transmissão da sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) na TV Justiça, os ministros Celso de Mello e Gilmar Mendes reclamaram da paralisação dos caminhoneiros. Durante conversa entre os dois ministros, o decano da Corte chega a afirmar que a greve faz a população “refém”.

O assunto começou quando o plenário aguardava o resultado dos votos escritos para reconduzir a ministra Rosa Weber a mais um biênio no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Gilmar virou-se para Celso – os dois sentam lado a lado – e afirmou: “Que crise, hein? Guiomar (mulher do ministro) está na rua agora. Está impossível”.

Continua depois da Publicidade

O decano respondeu: “É um absurdo. Quer dizer, faz-nos reféns. Tudo bem que possam ter razão aqui ou ali, mas é um absurdo. Minha filha está vindo de São Paulo…”. O áudio é, então, cortado.

Os caminhoneiros se mobilizam contra a alta do preço do diesel diante da política de preços da Petrobras.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.