CUT apoia greve dos petroleiros e anuncia acampamento na entrada da Refinaria Alberto Pasqualini; SAIBA MAIS!

0

A seção gaúcha da Central Única dos Trabalhadores (CUT-RS) manifestou nesta segunda-feira apoio à mobilização dos caminhoneiros e à greve de 72 horas dos petroleiros que começa nesta quarta-feira (30). A reunião ampliada da Executiva Estadual, junto com a Caravana Regional da CUT Metropolitana, realizada no auditório do Sindipolo, aprovou também a instalação do Acampamento da Soberania, junto ao portão de entrada da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, onde as entidades sindicais e os movimentos sociais prestarão apoio e solidariedade à mobilização.

Na reunião, a CUT-RS defendeu o fim do atual modelo de gestão privada na Petrobras, apontando-o como principal responsável pela paralisação dos caminhoneiros, iniciada no último dia 21, e pela anunciada greve de 72 horas dos petroleiros, que começa na quarta-feira. Além disso, defendeu a redução dos preços da gasolina, do diesel e do gás de cozinha, com o abandono da política de aumentos de acordo com as flutuações do dólar e do barril de petróleo no mercado internacional.

O presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, disse que “a Petrobras tem que acabar com a exportação de petróleo cru para ser refinado no exterior, uma vez que diminui a utilização das refinarias, aumenta a importação de combustíveis e eleva os preços cobrados do consumidor”. “Quem ganha com esse modelo perverso de gestão implantado pelos golpistas são as multinacionais do petróleo e os acionistas privados da Petrobrás e quem perde são os brasileiros, os maiores acionistas da empresa, que são obrigados a pagar uma conta que não para de aumentar”, acrescentou.

Continua depois da Publicidade

(*) Com informações da CUT-RS

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.