Pressão por derrubada de Temer vira tema no Congresso com paralisação dos caminhoneiros

0

DO DCM:

A Coluna Painel da jornalista Daniela Lima na Folha informa que a paralisação dos caminhoneiros que agora pedem abertamente por intervenção militar fez do risco de uma queda de Michel Temer a pauta do Congresso. Em reunião a portas fechadas, no Senado, ao menos um parlamentar da base do governo defendeu a derrubada do emedebista.

O parlamentar recebeu uma trava até da oposição e viu o presidente da Casa, Eunício Oliveira, lembrar o óbvio: em cinco meses o país elegerá novo presidente. É preciso, concluiu o cearense, garantir estabilidade até lá, diz a Folha de S.Paulo.

O Painel ainda afirma que, segundo relatos, a senadora Lídice da Mata reagiu de forma veemente ao flerte de um colega com a derrubada de Temer. Disse que, dado o cenário, ele precisava ficar no cargo até o fim do mandato. Foi seguida por Eunício: “Essa conversa de golpe comigo não prospera”.

Segundo a coluna, a escalada antidemocrática do discurso dos caminhoneiros assustou até oposicionistas radicais, que agora temem a abertura de uma brecha para a ruptura institucional. Integrantes de movimentos sociais da extrema esquerda foram ver de perto os piquetes em São Paulo. Esses olheiros relataram que um carro passou distribuindo bandeiras do Brasil e faixas a favor da intervenção militar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.