Temer ainda busca golpe da Previdência contra aposentados, “seria meu sonho de consumo”

0

Michel Temer ainda acredita na possibilidade de aprovar a reforma da Previdência antes de descer a rampa do Planalto. Ele tem dito que seria “a realização de um sonho”.

A ideia é tentar costurar um texto ainda mais enxuto do que o discutido no início deste ano para tentar aprová-lo após as eleições de outubro e, claro, antes da posse do novo presidente.

Se, por acaso, enxergar condições de aprovação, Temer não hesitaria em suspender a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, permitindo a apreciação da PEC pelo Congresso.

Continua depois da Publicidade

Com Ciro Gomes ou algum outro candidato da esquerda eleito, esse sonho seria enterrado, sabe Temer. Se Marina Silva vencer, vai depender do seu ‘entorno’, acredita o presidente. Se algum candidato do centro chegar à vitória, o entendimento é de que a reforma passaria fácil ainda em 2018. Se o vencedor for Jair Bolsonaro, supõe-se que um acordo também não seria tão difícil.

O ‘sonho da previdência’ — na cabeça de Temer –, portanto, não morreu. O problema é que, ultimamente, os sonhos dele têm virado pesadelos.

CLICK POLÍTICA com informações de Antagonista

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.