PESQUISAS CONFIRMAM: Lula será o fiador da eleição de 2018

0

POR DANIEL SAMAM

O mercado financeiro tem demonstrado nervosismo e instabilidade com as incertezas referentes ao cenário eleitoral brasileiro. A razão principal é a falta de musculatura dos candidatos ligados à agenda neoliberal, revelada nas últimas pesquisas de intenção de voto. Outro dado importante é que cerca de 1/3 do eleitorado brasileiro ainda está à espera da definição de se Lula será ou não candidato.

A direita, com total respaldo da mídia, tenta impor à sociedade a manutenção da agenda anti povo, de desmonte do Estado, de retirada de direitos e de benesses ao capital financeiro e rentista. É sempre bom lembrar que foi esse conluio, em consórcio com o capital financeiro, o responsável por destruir a economia com uma agenda draconiana de austeridade fiscal, venda de ativos e de desmonte do Estado.

Continua depois da Publicidade

A extrema-direita, por sua vez, aposta na ideia da negação da política, da radicalização e aventuras autoritárias. Aproveitam que parte do capital financeiro, começou migrar para o fascistóide e “carneirinho” da vendeta neoliberal, Jair Bolsonaro (PSL), vendo nele a possibilidade de dar seguimento à agenda antinacional e antipovo sem maiores impeditivos.

Pela esquerda, o maior partido da América Latina, o PT, adotou uma estratégia para a eleição presidencial que tem se revelado acertada: Reafirmar a candidatura de Lula à presidência, mesmo perseguido e preso pelo fascismo jurídico-midiático que ergueu um estado policialesco no país a partir da “república de Curitiba” e da Operação Lava Jato.

O que as elites desse país, junto aos interesses do imperialismo estadunidense e de seus asseclas do capital financeiro farão para impedir Lula de ser candidato?

Manter Lula na disputa significa dobrar a aposta na legalidade, na institucionalidade e no desejo da maioria do nosso povo segundo as pesquisas de intenção de voto realizadas nos últimos meses.

A defesa do direito de Lula ser candidato representa a única alternativa real para o campo democrático-popular vencer as eleições e iniciar o processo de redemocratização do Brasil. O programa da vendeta neoliberal e do golpe de 2016 não tem a menor condição de passar nas urnas. É Lula o único com capacidade de diálogo e negociação para reconstruir o centro democrático brasileiro. E no mais, é ele quem apresenta perspectiva real de dias melhores para o povo brasileiro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.